Cenário em Petrolina aponta enfraquecimento de Adalberto Cavalcanti e fortalecimento de Fernando Filho na disputa para reeleição

O deputado Adalberto Cavalcanti (Avante), que foi majoritário em Petrolina  na eleição de 2014 com 42.116 votos, o equivalente a 30,13%, fruto de uma aliança com o deputado estadual Odacy Amorim(PT), hoje amarga  as últimas colocações, perdendo até para outros candidatos de fora do município, com percentuais  abaixo de 7%.

O deputado Fernando Filho (DEM), que foi segundo colocado nas eleições de 2014 com 35.878  votos, o equivalente  25,67%,   vem aparecendo  cada dia com uma boa evolução nas consultas internas  com 10%.

Mesmo sem metodologia científica, as consultas demostram claramente o atrofiamento do deputado Adalberto Cavalcanti, que vem derretendo em suas bases. Mas, mesmo assim, continua com uma agenda positiva entregando maquinas, veículos e consultórios odontológicos nas cidades do sertão, exceto Afrânio, sua “Terra Natal”, que depois  da gestão do prefeito Rafael não recebeu um centavo através de  emendas de Adalberto Cavalcanti.

Diferentemente de Adalberto, que está retaliando Afrânio, a sua terra que lhe deu tantos mandatos, por picuinhas políticas, o deputado Fernando Filho amplia as suas ações em Petrolina, a “Terra dos Impossíveis”, onde tem as suas origens e por ser o seu maior colégio eleitoral.

Deixe seu comentário