Correios suspendem postagem de Sedex por greve dos caminhoneiros

Os  Correios informaram na manhã desta quarta-feira, 23, que suspenderam temporariamente as postagens das encomendas relacionadas à modalidade Sedex, por conta da paralisação dos caminhoneiros.

“Tendo em vista comprometer a distribuição, também haverá o acréscimo de dias no prazo de entrega dos serviços Sedex e PAC [entrega não expressa], bem como das correspondências enquanto perdurarem os efeitos desta greve”, destacou a empresa.

A operação dos Correios envolvem mais de 25 mil veículos, 1.500 linhas terrestres e 11 linhas aéreas que circulam pelo país de norte a sul. A empresa informa entregar mensalmente cerca de meio bilhão de objetos postais, dentre eles, 25 milhões de encomendas.

Caminhoneiros voltaram a bloquear rodovias pelo país nesta terça-feira, pelo 3º dia seguido contra o aumento no preço dos combustíveis. A Petrobras anunciou na véspera que a política de reajuste dos preços não mudará. (247)

Deixe seu comentário