Diretor Presidente da AMMA desqualifica denuncia do Vereador Gabriel Menezes sobre compra de mudas

Mais uma polêmica nos bastidores da política petrolinense, dessa vez a cena é protagonizada pelo vereador oposicionista Gabriel Menezes do PSL e a AMMA (Agência Municipal de Meio Ambiente). Pelas redes sociais Menezes disse reconhecer a iniciativa do prefeito Miguel Coelho (PSB) de recuperar a mata ciliar da Orla de Petrolina. “Ele só não pode continuar faltando com a transparência e tentando impedir que vereador seja vereador em Petrolina. Continuarei meu trabalho de fiscalização. A placa (anexada na Orla) diz que R$ 845.952,60 serão pagos por 5.500 mudas”, postou o parlamentar.

Em resposta, a Agência Municipal do Meio Ambiente informa que “as afirmações do vereador Gabriel Menezes (PSL) são equivocadas e infundadas. O Programa de Revitalização de Áreas Degradadas (PRAD), que faz parte do Programa Orla Nossa, tem o total de R$ 845.942,00 e é referente a todo processo de revitalização da margem do Rio São Francisco na Orla I. Neste valor, estão inclusos: estudo realizado de análise do solo; remoção de plantas exóticas como a algaroba, que impedia o crescimento de plantas nativas; retiradas de matéria orgânica de plantas exóticas que haviam sido enterradas anteriormente; limpeza e cercamento da área; adubação de correção do solo com compostagem produzida a partir de baronesas removidas; implantação de sistema de irrigação para a área e  custo de manutenção até o  ano de 2020”.

Para finalizar, a AMMA escreveu ainda que as cerca de 5.500 mudas de plantas nativas da Caatinga a serem plantadas não estão inclusas no valor do projeto, pois estas são provenientes de parcerias firmadas e de compensações ambientais.

“A gente não faz aquisição de mudas, nós estamos com um viveiro municipal que será inaugurado no mês de março pelo prefeito Miguel Coelho.  Temos um estoque bastante satisfatório”,   e os esclarecimentos sobre a execução do  projeto já tinha sido apresentado ao vereador  Gabriel Menezes e não precisa tentar aprovar um novo requerimento pontuou o Diretor Presidente da AMMA– Rafael Oliveira

Deixe seu comentário