Dívidas de estados e municípios com a União somam R$ 435 bilhões, senador pede uma solução

Em comunicação inadiável no Plenário, o senador Walter Pinheiro (PT-BA) pediu uma solução para as dívidas dos estados e municípios com a União, que soma R$ 435 bilhões. “É bom salientar, nós que somos de Estados menores, que 90% dessa dívida se concentra, tem a sua maior parcela nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. São responsáveis por 90% dessa dívida”, informou Pinheiro.

Para o senador, 2012 é um ano decisivo para debater a questão da dívida pública. “Além do indexador e da taxa de juros, estamos brigando muito para que, verdadeiramente, a gente consiga ter também o alongamento dessas dívidas de Estados e Municípios”, disse.

Segundo Pinheiro, a Bahia tem uma dívida consolidada de R$10,4 bilhões para uma receita corrente líquida de R$19,2 bilhões: “Significa claramente, se trabalharmos a relação dívida/receita, uma relação de 50,8% ou, se for a dívida líquida consolidada com a receita líquida, uma relação de 37% de comprometimento”. Ele informou ainda que, esse ano, a Bahia só poderá fazer investimentos na ordem de R$ 1,5 bilhão por conta de uma dívida de R$ 1,6 bilhão.

Ascom Foto: André Corrêa (Liderança do PT no Senado)

Deixe seu comentário