Equipe de nutrição do IMIP dá dicas sobre consumo de comidas típicas dos festejos juninos

É praticamente impossível falar sobre São João e deixar de lado a gastronomia típica e deliciosa deste período. Uma das tradições dos festejos juninos é a culinária à base de milho. Canjica, pamonha, mungunzá, todos esses alimentos são muito saborosos, mas é preciso cuidado na hora de consumi-los por conta dos produtos utilizados no preparo. Em excesso, eles acarretam certos problemas de saúde, como aumento do colesterol ruim, da glicose e da pressão arterial.

O alerta é reforçado para as pessoas diabéticas, com colesterol e triglicerídeos alto, e com excesso de peso. Já para os pacientes com problemas renais a preocupação é com a grande quantidade de fósforo encontrada nos alimentos à base de milho.

Confira abaixo algumas dicas da equipe de Nutrição do IMIP, coordenada por Josimere Borba, para aproveitar com moderação as iguarias:

Esses alimentos são muito calóricos? Quais são mais/menos calóricos?

R: As preparações do São João são à base de milho, leite de coco e açúcar, concentram muitas calorias. Deve-se preferir o milho assado e cozido, fazer o consumo moderado dos outros alimentos típico do São João como canjica, pamonha, pé de moleque.

Para quem tem problemas de saúde, quais os riscos do consumo em excesso?

R: Por serem preparações ricas em açúcar e gorduras, devem ser evitados por pessoas diabéticas, com colesterol e triglicerídeos alto e com excesso de peso.

Os pacientes renais também devem fazer o consumo moderado à base de milho por conter grandes quantidades de fósforo.

Quais são os benefícios do milho?

R: Rico em fibras, o milho é um alimento saudável, pois promove saciedade e contribui para um bom funcionamento intestinal.

Possui treonina, um aminoácido essencial, alguns minerais como fósforo, que ajuda a fortalecer ossos e dentes, e magnésio que possui antioxidante, melhorando o funcionamento cardíaco e ajudando a manter os ossos saudáveis.

Confira abaixo outras dicas no consumo e preparo dos quitutes juninos:

– Cocada tem coco, açúcar, água e leite condensado. O problema está na grande quantidade de açúcar presente na iguaria. Deve-se ter cuidado com a quantidade ingerida.

– Os apaixonados pela canjica podem aproveitar o beneficio do milho, mas devem ficar atentos à quantidade calórica e ao teor de gordura.

– O pé-de-moleque, a paçoca e os derivados do amendoim, apesar de atrativos e adocicados, contêm grandes quantidades de caloria e gorduras. Devem ser consumidos moderadamente.

– Pamonha e bolo de milho também são ricos em calorias. Consumir com moderação.

– Substituir o leite integral pelo desnatado e a farinha branca pela integral; usar o adoçante no lugar do açúcar refinado; acrescentar linhaça, aveia e canela em pó nas preparações doces são algumas dicas que ajudam a tornar as delícias juninas saborosas e saudáveis.

Ascom

Deixe seu comentário