Fernando Ferro chama “Fernandinho” de mentiroso sobre conteúdo nacional e aumento do gás de cozinha

O ex-deputado federal e engenheiro elétrico, Fernando Ferro (PT), articulador e membro da mobilização do Fórum em Defesa das Águas do Rio São Francisco e da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), criticou a postura do Ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, que se movimenta para privatizar o conteúdo nacional brasileiro. Recentemente, o Governo Federal vendeu áreas de exploração do pré-sal e aqueceu o debate entorno desta questão econômica com a sociedade.

Durante entrevista ao blogueiro Ricardo Banana, em ato político no Recife, o engenheiro da Chesf, Fernando Ferro, destacou a importância deste movimento para barrar as privatizações, que estão sendo operadas pelo Governo Federal, através da pasta do ministro pernambucano.

“Esse movimento vai inibir esses políticos delinquentes de tentarem vender a Chesf. A iniciativa deles furou e eles não possuem mais moral e nem condições políticas de privatizar empresa e de vender o Rio São Francisco. Estão se desmoralizando politicamente e vão pagar muito caro na história política de Pernambuco por esse serviço sujo que tentaram contra a Chesf e Rio São Francisco”, disse Fernando Ferro, acrescentando:

“E essa mobilização que cresceu e tomou conta da cidade e do campo só nos dar confiança de que vamos segurar de fato esses golpistas e corruptos, que tentam vender o patrimônio do Brasil a interesses externos”.

FERNANDO FILHO  

O ex-deputado petista e relator do programa social – Luz para Todos, que beneficiou 15 milhões de brasileiros -, ainda, pontuou sobre a incoerência de Fernando Filho, tendo como base seu conhecimento sobre a economia brasileira, principalmente, com relação ao conteúdo nacional. Ele, também, utilizou da sua formação e experiência profissional como Engenheiro Elétrico da Chesf para contestar o posicionamento do ministro petrolinense.

Questionado sobre as consequências da privatização – que segundo Fernando Filho  irá provocar a diminuição dos projetos dos produtos energéticos brasileiros – o ex-deputado, pontuou:

“Primeiro é falso e mentiroso. Uma pessoa pública mentir descaradamente […] a própria Aneel anunciou que haverá correções e aumento no custo de energia. Então, além de ignorante age de má fé esse ministro (Fernando Filho) – que é um subserviente a serviço de interesses externos. Quer vender o Brasil e não sabe o que está por trás desse negócio, vender um patrimônio de R$ 400 milhões por R$ 20 milhões é algo de delinquência política”, disse, completando:

“Ele está mentindo sim! Ele é um mentiroso e sabe que vai ter reajuste da conta de energia, assim como está tendo do petróleo […] E, por que, ele como Ministro de Minas e Energia não baixa o preço da gasolina, diesel e do gás de cozinha? Agora vem dizer que vai baixar a energia elétrica? Está aumentando o gás de cozinha, petróleo, diesel e gasolina; é mentiroso e descaradamente mentiroso. É lamentável, que uma pessoa que tem um cargo político se preste pra isso. Mas, na verdade, isso revela o caráter de (Fernando Filho) que é um comerciante”, disse.

LEIA TAMBÉM

Sebastião Oliveira se pronuncia sobre rumores de Fernando Filho no PR

CONTEÚDO NACIONAL

O petista, também, criticou o comércio do conteúdo nacional realizado pelo Ministro Fernando Filho, visando privatizar e se desfazer das áreas de exploração energética do país.

“É outro crime contra os interesses do Brasil. Eles estão vendendo parte expressiva do petróleo brasileiro pra SHEEL e para outras empresas chinesas e americanas, transferindo um patrimônio nacional de gerações futuras, entregando para países estrangeiros (…) por que fazer isso? E, dizer que é um ‘bom negócio’? Entregar nossa reserva de petróleo para um país estrangeiro? Isso é um crime de lesa pátria, essas pessoas vão responder no futuro por isso que estão fazendo. Nós vamos ganhar essas eleições, vamos rever esses acordos e vamos punir essa delinquência que tenta vender o patrimônio do Brasil”.

Do Blog do Robério Sá com informações de Ricardo Banana

Deixe seu comentário