Gleise Hoffmann desmente que tenha conversado com PSB de Paulo Câmara sobre aliança em PE

A presidenta nacional do Partido dos Trabalhadores, senadora Gleisi Hoffmann desmentiu que tenha conversado com o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, sobre a possibilidade de retirada da candidatura da vereadora Marília Arraes em prol de um apoio à reeleição do governador Paulo Câmara, que nas eleições de 2014 apoiou e fez campanha para o tucano Aécio Neves e contra a eleição da ex-presidenta Dilma Rousseff.

A negativa de Gleisi, que tem se destacado por sua defesa aguerrida do presidente Lula e pela manutenção da candidatura do próprio Lula à presidência, ocorreu no grupo de WattsApp da Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores, após questionamentos de petistas avessos a uma aliança com o PSB de Pernambuco, sobre a veracidade de notícias que foram veiculadas em Blogs de Política pernambucanos que chegaram a afirmar que Gleisi teria descartado a candidatura de Marília, em Pernambuco, em troca de um apoio do PSB à reeleição do governador de Minas Gerais, o petista Fernando Pimentel. No Grupo da Executiva Nacional do PT, a própria Gleisi desmentiu que tivesse tratado do assunto com Siqueira, com quem se encontrou ontem. A presidenta da PT ainda afirmou que hoje teria um encontro com a Direção do PC do B e que o PT tem mantido essas reuniões com as direções dos demais Partidos que em nada têm a ver com a situação de Pernambuco, onde a maioria esmagadora da base petista é a favor de uma candidatura própria encabeçada por Marília Arraes.

Os factoides ou “fake news” que têm sido divulgados pela mídia pernambucana dando como certa a retirada da candidatura do PT, pela direção nacional, para favorecer o candidato do PSB têm sido atribuídas aos aliados e apoiadores de Câmara que veem a candidatura de Marília Arraes com potencial enorme, já confirmados em pesquisas internas do próprio PSB, para derrotar Paulo Câmara e dar ao PT uma inédita conquista do governo de Pernambuco.

Reforçando o desmentido de que Gleisi teria firmado pacto com Siqueira para favorecer o PSB em prejuízo do próprio PT, o ex-presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, Rui Falcão, que também integra a corrente CNB, corrente majoritária petista, da qual fazem parte o presidente Lula, Gleisi, Teresa Leitão, Marília Arraes e Humberto Costa, este, porém, defensor de uma aliança do o PSB em benefício da sua própria candidatura ao senado, ainda que isso signifique sacrificar todas as demais candidaturas do PT, principalmente as de deputados federais e estaduais, divulgou nota em que manifesta seu apoio à candidatura de Marília Arraes ao governo de Pernambuco. Falcão chega a afirmar que no que depender dele, Marília será, sim, a candidata do PT ao governo de Pernambuco porque, segundo as palavras de Rui Falcão, “Marília Arraes representa a renovação dos quadros políticos comprometidos verdadeiramente com a luta popular no Brasil. Não apenas por ser neta de Miguel Arraes. Mas sim por ter consciência política e competência pessoal para conduzir Pernambuco ao reencontro da unidade que fez do Estado um exemplo de transformação política, social e econômica para o Brasil.” E arremata: “No que depender de mim, junto à direção nacional do PT, ela será nossa candidata e futura governadora de Pernambuco.”   (Noélia Brito)
Deixe seu comentário