Gonzaga “afrouxa” e deve deixar chapão da morte do PSB para tentar a reeleição em outra legenda

O golpe parlamentar liderado pelo deputado federal e presidente do diretório municipal do PSB em Petrolina, Gonzaga Patriota, contra a presidente eleita Dilma Roussef (PT) e que ocasionou a chegada de Michel Temer (MDB) ao poder, está deixando o deputado sem dormir, depois das movimentações dos partidos da base do governo, como o PCdoB, PDT e PP que anunciaram que não vão fazer parte do “Chapão da Morte” do PSB .

Com o triste fim dos golpistas, nas próximas eleições Gonzaga já sabe que vai ser “desvotado” e deve ficar com votação bem reduzida em relação às outras, quando navegava e passeava nas suas campanhas com o apoio dos movimentos sociais e dos sindicatos. Mesmo com desistência de Lucas Ramos em se candidatar para deputado federal, o acionário e padrinho das rádios comunitárias deve comer fogo para voltar a ser eleito para uma vaga na Câmara dos Deputados.

Deixe seu comentário