Greve dos caminhoneiros completa 5º dia com força popular e de forma pacífica na BR 407, dando apoio ao movimento nacional

Iniciada na última terça (22), a greve dos caminhoneiros, que tem como objetivo principal a redução dos preços combustíveis, continua com forte apoio popular, mesmo com a determinação do governo de Michel Temer em colocar as forças de segurança nacional para reprimir e intimidar a categoria. O movimento completou seu 5º dia paralisação e os caminhoneiros continuam como uma  “uma rocha”  sem se abalar de forma alguma.

Na BR 407, que liga Petrolina a Afrânio, cerca de 500 profissionais estão com seus veículos estacionados, contando com apoio da Policia Rodoviária Federal. A organização do ato, está sendo permitida a passagem de veículos com cargas vivas, abastecidos com medicamentos e oxigênio; de ônibus; de ambulâncias.

Para o caminheiro Carlos, que informalmente está trabalhando também como o fiscal de trânsito, o movimento só vai terminar quando houver redução dos preços. “Essa luta é de toda sociedade brasileira. O povo não pode mais bancar o luxo da classe política. O combustível baixando será como efeito cascata que vai chegar também na mesa dos consumidores”, esclareceu.

Deixe seu comentário