Judicialização das eleições do STTAR prejudica assembleia para aprovar pauta da convenção coletiva 2018

Reflexo da judicialização das eleições do Sindicato dos Trabalhadores Assalariados Rurais de Petrolina-PE, a assembleia geral para a aprovação da pauta da convenção coletiva da categoria para 2018, ocorrida no domingo, 24, fracassou. Vídeos que circulam em aplicativos de mensagens, mostram o espaço do evento, casa de show Zé Matuto, quase vazio.

De cerca de 1600 trabalhadores esperados, o evento não chegou a contar com 100 participantes, segundo informações repassadas ao Blog. Conforme o estatuto do STTAR, na primeira chamada, deveriam estar presentes 66% dos 1600 esperados e na segunda chamada, 33%, mas pelo visto, esses percentuais não chegaram nem perto de serem alcançados.

Segundo informações que chegaram a nossa redação, a não participação dos trabalhadores rurais durante a assembleia de aprovação da pauta para a convenção coletiva da categoria do próximo ano, é um fato inédito em quatro anos da atual diretoria. Diante do ocorrido, o presidente Francisco Pascoal (Chicou) que encerra hoje seu mandato iniciado em 2013, anunciou que uma outra assembleia deverá ocorrer em janeiro com a nova diretoria à frente.

Deixe seu comentário