Lula: sou o cidadão mais indignado deste País

Em um novo vídeo divulgado nesta terça-feira (17) em seu canal no YouTube, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva diz ser o sonho de consumo de Sergio Moro e dos que o condenaram e não querem o fim da Lava Jato.

“Acho que tem uma coisa muito grave acontecendo, porque parece que eu sou o sonho de consumo dos ministros que me julgaram e do juiz Moro, porque me parece que eles não querem, em hipótese alguma, junto com a Rede Globo de Televisão, e outros instrumentos de comunicação do Brasil, que a Lava Jato acabe ou que eu seja inocentado antes de ser preso”, diz Lula.

No vídeo, gravado poucas horas antes de se apresentar à Polícia Federal no dia 7 de abril, e que foi divulgado para marcar os 100 dias de sua prisão, completados neste domingo 15, Lula disse que as razões para a sua condenação são de caráter político.

“Eu me transformei no cidadão mais indignado da história do Brasil. O juiz Moro sabe que sou inocente. Os juízes do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) sabem que sou inocente. Eu queria que eles julgassem o mérito do processo, o mérito das acusações contra mim, que lessem a defesa das acusações e encontrassem um crime que cometi”, afirma o ex-presidente.

“O que não posso é aceitar que prevaleça a mentira contada pela Polícia Federal do Inquérito, aceita pelo Ministério Público para me acusar e aceita pelo juiz Sérgio Moro para me condenar. Não posso aceitar essa decisão como algo normal”, completa.

Mesmo preso há 100 dias na sede da Polícia Federal em Curitiba, após ser condenado a 12,1 anos de reclusão no processo do tríplex do Guarujá, Lula lidera todas as pesquisas de intenção de voto e o PT deverá registrar sua candidatura à Presidência da República no dia 15 de agosto.

Inscreva-se na TV 247 e assista:

(247)

Deixe seu comentário