Maia já prepara discurso para engavetar a Reforma da Previdência

Sem confiança que o governo reúna os 308 votos necessários para aprovar a reforma da Previdência, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), já prepara o discurso para anunciar, no final de fevereiro, o engavetamento da pauta, informa o EstadãoMaia deve responsabilizar o Planalto por não ter angariado apoio à proposta e que não vale a pena colocar a matéria em votação para ser derrotada.

Outros líderes partidários dão como certo o engavetamento da proposta. A discussão do assunto em plenário seria iniciada dia 19, mas será novamente adiada. Com o recesso de Carnaval, os líderes partidários só voltam à Brasília no domingo (18).

Segundo interlocutores, Maia decidiu que cumprirá seu “papel institucional” de presidente da Câmara ao anunciar que não pautará a votação da reforma antes das eleições. O anúncio deve ocorrer antes do dia 28, data limite prevista para a votação. O Planalto, até então, culpava os deputados pelo atraso na votação do tema em plenário.

A avaliação do grupo de Maia é de que o anúncio pode favorecer a candidatura dele à Presidência da República, ao se descolar de uma pauta impopular. Entretanto, Maia manterá o discurso de que a reforma é “necessária” e investirá na tese de que o assunto será resolvido pelo próximo presidente. (247)

Deixe seu comentário