Mais de 200 homicídios já foram registrados no mês de janeiro em Pernambuco

O mês de janeiro continua violento em Pernambuco. Estatísticas preliminares apontam que mais de 200 homicídios já foram contabilizados pela Secretaria de Defesa Social (SDS). Somente nas últimas 36 horas, cinco duplos homicídios foram registrados na Região Metropolitana do Recife. Em Petrolina, no Sertão, um triplo assassinato também está sendo investigado pela polícia.

Entre os crimes, dois aconteceram na noite dessa terça-feira (16). Dois jovens foram executados – cada um com mais de dez tiros – no bairro de Salgadinho, em Olinda. A autoria e motivação do crime ainda são um mistério. Já no Ibura, Zona Sul do Recife, padrasto e enteado discutiram por conta da divisão de dinheiro e, bêbados, se esfaquearam até morrerem. Uma mulher, parente dos dois, também foi atingida, mas sobreviveu.

Na madrugada desta quarta-feira (17), dois homens foram mortos em Jaboatão dos Guararapes. Esse duplo homicídio teria relação com as drogas.

Em Petrolina, no Sertão, três pessoas da mesma família foram assassinadas. Segundo a polícia, a casa teria sido invadida por dois homens que dispararam vários tiros contra as vítimas. A dupla teria chegado na residência de Expedido Henrique Sampaio, de 42 anos, e atirou nele. A mãe dele, identificada como Severina Ana da Conceição, 76, estava na hora do crime e foi morta junto com o neto de 13 anos.

ESTATÍSTICAS

Nos três anos da gestão do governador Paulo Câmara (2015 a 2017), Pernambuco registrou 13.795 homicídios. Se comparado com o mesmo período do segundo mandato do ex-governador Eduardo Campos (2011 a 2013), quando 9.928 mortes foram contabilizadas, houve aumento de 39% nos assassinatos. A escalada da violência foi confirmada, nessa segunda-feira, pela Secretaria de Defesa Social (SDS).

No total, 5.427 homicídios foram registrados em Pernambuco. Destes, 3.062 foram em cidades do Interior, 1.574 na Região Metropolitana e 791 no Recife. Apesar do recorde negativo histórico, a SDS fez um comparativo entre o primeiro e o segundo semestre do ano passado para apontar redução nas mortes.

Segundo a pasta, nos seis primeiros meses foram registrados 2.875 homicídios. Já nos seis últimos, foram 2.552. “Fizemos esse estudo comparativo entre os semestres para demonstrar que há uma tendência, e trabalhamos por resultados mais significativos em 2018”, afirmou, em nota oficial, o secretário Antônio de Pádua. (Ronda JC)

Deixe seu comentário