Mais uma conquista da ACCOSSF, o “Palmas para o Sertão”

Neste último 26 de abril, durante a ExpoVale 2012 na cidade de Juazeiro-BA, foi assinado o Acordo de Cooperação Técnica e Financeira que celebram entre si o Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria de Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária –SEAGRI, representada pelo Secretário da Agricultura, EDUARDO SEIXAS DE SALLES, e a Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos do Sertão do São Francisco – ACCOSSF, representada pelo seu presidente Dr. JUVÊNCIO COELHO LUSTOSA.

O acordo constitui na implantação de campos de difusão da palma forrageira adensada resistente à cochonilha do carmim no Território do Sertão do Francisco, com a ação denominada de PALMAS PARA O SERTÃO. A iniciativa tende a suprir uma carência dos produtores da região, em reserva forrageira para as épocas mais críticas do ano de seca e diminuição de alimento nas pastagens e caatinga. A ação pretende preparar melhor o produtor, profissionalizando a atividade, tornando-o mais preparado e competitivo para o mercado. A reserva forrageira é de necessidade estratégica para os produtores, diminuindo as perdas de animais na época de seca, e evitando a diminuição de peso de animais para abate. A utilização da palma, aliado a outras técnicas de manejo e planejamento na propriedade, fazem do produtor do São Francisco cada vez mais competitivo na ovinocaprinocultura.

O acordo terá a duração de 02 anos para sua total implantação e visa atender mais de 1600 produtores nos 09 municípios da região. Na
primeira fase 02 propriedades, uma em Juazeiro e outra em Curaçá serão trabalhadas como unidades de multiplicação, com plantio de 02 hectares cada de palma irrigada. À partir destas unidades de multiplicação serão produzidas mudas para mais 80 propriedades chamadas de unidades didáticas, as quais servirão de modelo para as micro regiões atendidas, servindo como locais de difusão dos métodos de cultivo e demonstração dos tratos culturais. Por fim, estas 80 unidades didáticas atenderão 20 produtores cada na sua região, transferindo as mudas de palma, conhecimento e tecnologia. Totalizando 1600 produtores familiares nos municípios do Sertão do Sertão do São Francisco. Desta medida a expectativa é que toda região se conscientize da importância de se trabalhar o ano com reservas de alimento, mantendo a propriedade viva e produtiva, na chuva ou na seca !

Texto/Foto:  ACOOSSF – Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos do Sertão do São Francisco

Blog do Banana

Deixe seu comentário