Ministro diz que deixará como legado, 100% dos recursos executados para o custeio da educação no Brasil

Tendo assumido há dois anos o comando do Ministério da Educação de Michel Temer, o ministro Mendonça Filho, ressalta que deixará como legado uma gestão que executou 100% dos recursos de custeio da pasta para utilização em obras e qualificar a educação. ‘Mendoncinha’ esteve em Cabrobó nesta sexta, 16, para entregar uma escola construída com recursos do FNDE- Fundo Nacional de Desenvolvimento Educacional.

“Fizemos muitas ações na área de infraestrutura educacional, a exemplo da expansão dos institutos federais como o do Sertão com os campus de Santa Maria da Boa Vista, obras em Petrolina, Serra talhada. Várias escolas construídas e entregues em parceria com os municipais, com o estado com as escolas de tempo integral e escolas técnicas estaduais”, listou o ministro.

Mendonça ressaltou que muitas escolas foram erguidas em parceria com os municípios com o apoio do MEC, sendo postos de pé, unidades educacionais e equipamentos esportivos como quadras cobertas. “Todas ações que contaram com o apoio do Ministério da Educação”, completou Mendonça Filho.

O ministro da Educação salientou ainda que assumiu a pasta num ambiente de depressão econômica e numa das maiores recessões da história econômica do Pais. Ele citou a perda de 8% do PIB, 14 milhões de desempregados criados por conta de uma crise contratada ainda na gestão do PT.

“Hoje o Brasil respira, retoma o crescimento e as oportunidades de trabalho. Vamos trabalhar por mais empregos aqui em Pernambuco e o caminho passa pelo estimulo as atividades produtivas como a produção agrícola aqui na região e onde lamentavelmente os polos de irrigação não receberam investimentos nos últimos 13 anos como deveria ser. Agora que retomamos com o projeto Pontal que se junta aos demais estarão geralmente mais oportunidades de trabalho para PE e do vale do São Francisco como um todo”, considerou o ministro.

Perguntado sobre um comentário do senador Lindemberg  Farias, do PT, que alfinetou o ministro na sua gestão do MEC, Mendonça explica que o senador vive reclamando e que é tipico do PT sempre fazer que uma mentira se torne algo verdadeiro.

“Se você acompanhar o nosso desempenho no MEC como aqui em PE peguei obras paradas em Petrolina, institutos federais em Santa Maria da Boa Vista, Serra, estamos expandindo campus da Univasf em Salgueiro, da UFPE em Caruaru, agora na divisa com a Bahia, Paulo Afonso também; liberei recursos para a UPE ontem que vai contemplar Petrolina com um ônibus para alunos que estudam fora de Petrolina para ingressarem na universidade e tudo com recursos do MEC”, finaliza o ministro Mendonça Filho.

Deixe seu comentário