No Recife, visitantes tentam entrar em presídio com documentos falsos

Seis mulheres e um homem foram presos tentando entrar no Complexo Prisional Professor Aníbal Bruno, no Recife, com documentos falsos, celular e tubos de cola. Os casos ocorreram neste fim de semana.

 Neste domingo (27), uma mulher foi flagrada pelos agentes penitenciários com um celular. O local onde o aparelho estava escondido não foi divulgado. Ela ainda não prestou depoimento e encontra-se detida na unidade prisional.

 Logo em seguida, cinco tubos de cola foram encontrados com um homem. Ele pode ser autuado por tráfico de drogas. “A cola estava dentro de tubos de shampoo. A gente acredita que [a cola] não deve ser usada como material de trabalho e, sim, como entorpecente”, disse Henrique Douglas, diretor do Presídio Juiz Antônio Luiz Lins de Barros, que faz parte do Complexo.

No sábado (26), cinco mulheres tentaram entrar no Aníbal com carteiras de visitante falsificadas. Após prestarem depoimento na Delegacia da Várzea, elas foram encaminhadas à Colônia Penal Feminina do Recife.

 O Complexo Prisional Professor Aníbal Bruno é aberto para visitas nas quartas e domingos, além de sábados a cada 15 dias. Nos fins de semana, o número de visitantes chega a oito mil pessoas.

Fonte: G1 Pe

Blog do Banana

 

Deixe seu comentário