O outubro recheado de demissões nas prefeituras do Brasil, depois das eleições, poderá deixar milhares desempregados

Com a lei de responsabilidade fiscal, que determina aos gestores demissões para se adequarem as suas despesas, o que se espera é que no mês de outubro todas as prefeituras demitam em massa; ocasionado uma verdadeira insatisfação na base aliada dos prefeitos depois das eleições.

Hoje, pelo que se observa, já existe um verdadeiro inchaço. Os gestores estão mantendo os proventos dos servidores comissionados, para não perder votos para seus candidatos, mas, por outo lado, está atrasando serviços essenciais e deixando de construir obras estruturadoras nos municípios.

Em Petrolina, por exemplo, o que se comenta é que “o jacaré deverá pegar mais  1 mil servidores temporários ligados a várias secretárias”.

Blog do Banana

Deixe seu comentário