Paulo Paes abre exposição Pneumática em Petrolina nesta terça-feira (22)

Uma série de esculturas infláveis, resultado de uma pesquisa sobre balões de papel e seu universo lúdico-tecnólogico. Esta é a proposta que o artista plástico Paulo Paes apresenta em Petrolina a partir desta terça-feira (22), com a exposição Pneumática.

O vernissage, acontece em meio a abertura da 5ª edição do projeto Janeiro Tem Mais Artes, na galeria Ana das Carrancas (Sesc Petrolina), às 19h, e vai contar com a presença do artista que vai bater um papo com os presentes. Na seqüência, o Coletivo Não Identificado fará uma apresentação musical.

A exposição Pneumática, que permanece aberta ao público até o dia 8 de março, de segunda a sexta, das 09h às 21h, mostra um Paulo Paes mergulhado nas questões puramente espaciais e pictóricas dos objetos infláveis, de caráter efêmero, feitos em papel de seda, dissociados da função original de artefato voador.

O artista, que nasceu em Belém do Pará e em 1978 migrou para o Rio de Janeiro, aprendeu com os mestres baloeiros e com todo o ritual em torno dessa prática nas zonas Norte e Oeste da “Cidade Maravilhosa”. Segundo o coordenador de Artes Visuais do Sesc Petrolina, André Vitor Brandão a exposição Pneumática vai surpreender o público. “São esculturas de escalas variadas, insufladas por ventoinhas, que ao se encherem de ar, ganham volume, adquirem peso e ocupam um lugar no espaço. O trabalho de Paulo Paes traz consigo uma questão que está no cerne da arte contemporânea o diálogo com outras linguagens, as esculturas a pesar da sua tridimensionalidade apresentam uma certa preocupação gráfica e pictórica ao mesmo tempo em que suscitam no seu processo conhecimentos de caráter popular”,comentou.

Paulo Paes estudou na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, onde permaneceu como aluno e posteriormente como professor até 1992. Participou de diversas exposições individuais e coletivas. Em 1992, concebeu e coordenou em parceria com Ricardo Basbaum e Ricardo Sepulveda a exposição coletiva “Eco-Sensorial”, no Rio de Janeiro. Em 1991, foi selecionado para expor na “21ª Bienal Internacional de São Paulo”, SP. Em 1984, expôs na coletiva “Como vai você geração 80?”, no Rio de Janeiro.

Pneumática é uma realização do Governo do Estado de Pernambuco através da Lei de Incentivo a Cultura do Estado de Pernambuco/Funcultura com apoio do SESC.

 

Blog do Banana

Deixe seu comentário