PIB de Pernambuco acumula aumento de 2,1%

Informações da Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas (Condepe/Fidem) apontam que o Produto Interno Bruto (PIB) de Pernambuco acumula uma alta de 2,1% nos nove primeiros meses deste ano, acima do nacional (0,6%). O estado projeta um crescimento de 2,3% este ano, enquanto o mercado projeta um crescimento de no máximo 1% para a economia brasileira em 2017.

De acordo com o diretor executivo da Condepe/Fidem, Maurílio Lima, “mesmo tendo uma ligeira queda em relação ao trimestre anterior, a nossa economia melhorou em relação ao mesmo período do ano passado”. ”E nós esperamos ter um resultado ainda melhor no quarto trimestre, devido ao desempenho dos setores de comércio, serviços e turismo. Por isso, podemos fechar o ano com um crescimento de 2% ou até 2,3%”, acrescentou. Relato publicado na Folha de Pernambuco, em reportagem de Marina Barbosa.

Mesmo com um declínio de 4,2% em 2016, o PIB de Pernambuco começou a se recuperar já no primeiro trimestre de 2017, informou a agência. Entre julho e setembro, o PIB caiu 0,4% em relação aos três meses imediatamente anteriores, mas subiu 1,6% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A agropecuária foi um principal setor responsável pelo crescimento do PIB pernambuco, com alta 16,1% no ano em consequência do bom desempenho das lavouras. O setor cresceu 20,1% no terceiro trimestre deste ano, período em que o setor de serviços teve um incremento de 2,2%, puxado, principalmente, pelo comércio e pelas atividades imobiliárias, que cresceram 4,6% e 3%, respectivamente.

A indústria caiu mais 4,8% no terceiro trimestre por causa das baixas de 7,8% da construção civil e de 4,3% da indústria de transformação, influenciada negativamente principalmente pelas atividades de refino de petróleo. (Pernambuco 247)

Deixe seu comentário