Presidente da CPMI do Cachoeira rejeita requerimento do PSDB para convocar Dilma

Os deputados Miro Teixeira e Candido Vacarezza, durante reunião da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira para examinar requerimentos (Wilson Dias/ABr)Os deputados tucanos que fazem parte da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira tentaram colocar hoje (15) em votação um requerimento para convocar a presidente Dilma Rousseff a prestar depoimento. O requerimento, no entanto, foi rejeitado pelo presidente da CPMI, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB).

“Eu rejeito o documento. Ele pode estar protocolado, mas essa presidência tem a responsabilidade constitucional de desconhecer e rejeitar liminarmente o requerimento, que é um atentado à Constituição Federal”, disse o senador.

O requerimento de convocação da presidente foi apresentado pela liderança do PSDB na Câmara e assinado pelos deputados tucanos Carlos Sampaio (SP), Fernando Francischini (PR), Domingos Sávio (MG) e Vanderlei Macris (SP). No texto, os deputados alegam que a convocação é necessária para que a presidenta explique a doação de campanha feita pela Delta Construções.

A empresa é apontada pela Polícia Federal como parte do esquema criminoso, envolvendo políticos e empresários, comandado pelo empresário goiano Carlos Augusto de Almeida Ramos, conhecido como Carlinhos Cachoeira.

Fonte: Diario de Pernambuco

Blog do Banana

Deixe seu comentário