Secretária de Saúde de Petrolina ainda responde a questionamentos de vereadores em prestação de contas da pasta

Iniciada às 10h, a prestação de contas da Secretaria de Saúde de Petrolina, continua no plenário da Câmara Municipal, ultrapassando às 15h30 O plenário está praticamente esvaziado já. As dúvidas dos parlamentares, são em sua maioria sobre os atendimentos nas unidades básicas de saúde.
Falta de médicos, condições de atendimento e o cumprimento da atenção à saúde pública, foram alguns questionamentos em pauta na prestação de contas. A secretária de Saúde, Magnilde Albuquerque, sempre frisando que estava em período de férias, mas que fez questão de prestigiar o legislativo no balanço das despesas da pasta da Saúde petrolinense, frisou que faz questão de deixar claro que pretende deixar sua assinatura como uma boa gestora na saúde do município.
“Porque isso carrego comigo como militantes do SUS e porque a população merece”, destacou ainda citando as dificuldades que passou na transição ao assumir a secretaria quando o prefeito Miguel Coelho assumiu a gestão.
Deixe seu comentário