Sesc realiza Aldeia do Velho Chico de 1º a 11 de agosto

A arte vai tomar conta das cidades de Petrolina e Lagoa Grande, em Pernambuco, e de Juazeiro, na Bahia, durante o mês de agosto.  De 1º a 11 o Sesc Petrolina realiza a 14ª edição do Aldeia do Velho Chico – Festival de Artes do Vale do São Francisco. A programação reúne mais de 100 artistas regionais e nacionais em shows musicais, espetáculos teatrais, dança, literatura, cinema e oficinas.  Consolidado como importante projeto multicultural do Vale do São Francisco, o Aldeia é um desdobramento do Palco Giratório, maior projeto de artes cênicas em circulação no país.

Com o tema “#Sua Parte Parte de Você”, o Festival propõe uma reflexão sobre a política da arte e nas suas funções sociais, e a partir disso foram selecionados trabalhos voltados para o tema, assim como, artistas que são engajados politicamente abordando questões de gênero, questões étnicas, entre outras. “Outra questão cerne da curadoria é trazer aos públicos a ideia de que a política é construída e resignificada a partir da ação individual de cada um que se soma a de outros na coletividade, assim, chegamos ao tema  #Sua Parte Parte de Você”, explica o instrutor de atividades artísticas do Sesc Petrolina, André Vitor Brandão. O tema apresenta propositalmente uma hashtag  tendo, em vista que, no mundo virtual a hashtag funciona como lugar de ajuntamento, onde assuntos e pessoas podem ser agrupados e conectados. Soma-se a isso a questão de que recentemente a hashtag foi bastante utilizada como lugar de protesto e contestação.

A abertura acontece no dia 1º de agosto, a partir das 14h, com o tradicional cortejo Abre alas pro Velho Chico que parte do Sesc e vai percorrer as principais ruas do centro comercial da cidade. No mesmo horário, no hall do Teatro Dona Amélia, acontecerá o Painel Instantâneo de Fotografia.  Ainda no teatro, às 15h, acontecerão as apresentações da Mostra Pedagógica de Artes Cênicas. Às 16h, o Boi Diamante (Arcoverde-PE), a Frevuca e Orquestra de Frevo (Petrolina-PE) tomam as ruas em um cortejo da cultura popular. A partir das 17h, a programação acontecerá no palco montado na Orla de Petrolina, com apresentações do Afoxé Filhos de Zaze (Juazeiro-BA), Reisado da Comunidade Quilombola da Mata de São José (Orocó-PE),  Quadrilha Buscapé, Samba de Veio da Ilha do Massangano (Petrolina-PE), Reisado da Comunidade do Lambedor (Lagoa Grande), Quadrilha Encanto Nordestino e Tio Zé Bá (Petrolina). A noite de abertura será encerrada às 21h pelo grupo Cordel do Fogo Encantado (Arcoverde), em sua nova turnê: Viagem ao coração do Sol.

Até o dia 11 diversas atrações se revezarão para entreter e estimular o pensamento crítico. O Aldeia contará com espetáculos musicais com as cantoras Alice Caymmi (Rio de Janeiro), que se apresentará no dia 2, no Teatro Dona Amélia, e Larissa Luz (Salvador), que fará seu show no último dia do festival. Com apresentações em Petrolina, em Juazeiro e Lagoa Grande, a programação ainda contará com grandes apresentações de teatro, como “Farinha com açúcar – Ou sobre a sustança de meninos e homens”, do Coletivo Negro (São Paulo-SP), que integra o projeto Palco Giratório. As crianças também terão espaço na grade do Aldeia com espetáculos voltados especialmente para elas, como “Vento Forte para Água e Sabão”, da Cia Fiandeiros de Teatro (Recife).

As artes visuais também terão espaço garantido. No dia 2 de agosto, será aberta na Galeria de Artes Ana das Carrancas, às 19h, a exposição “A Gravura de Lasar Segall: poesia da linha e do corte” (São Paulo). Uma oportunidade imperdível para observar gravuras e xilogravuras originais de Segall. Já a tradicional Mostra Flutuante acontecerá no dia 8 de agosto, a partir das 14h, levando trabalhos de artes visuais a quem atravessar o rio São Francisco de barquinha em direção a Juazeiro.

O último dia do festival (11/8) começará às 16h, com a intensa programação do Virarte. Além da cantora Larissa Luz e do Coco das Irmãs Lopes (Arcoverde), o encerramento do festival contará com “Você é o que lê” com Gregório Duvivier, Maria Ribeiro (Rio de Janeiro) e Xico Sá (São Paulo), apresentações teatrais e de dança.  Durante o Virarte, o Mercado Cultural vai funcionar no corredor do Sesc comercializando diversos produtos.

Toda a programação do Aldeia do Velho Chico é gratuita, com exceção dos espetáculos realizados no Teatro Dona Amélia, que terão ingressos vendidos a R$ 20 (Inteira) e R$ 10  (Meia). Trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo têm desconto, pagando apenas R$ 5. Para o show  de Alice Caymmi  o ingresso custa R$ 40 (Inteira), R$ 20 (Meia) e R$10 (Trabalhadores do Comércio e dependentes).

Este ano, para ter acesso à programação do Virarte o público pode optar por pagar R$5 ou doar 1 Kg de alimento não perecível que será doado ao Banco de Alimentos do Sesc Petrolina. Um programa de responsabilidade social do Sesc que atua para diminuir o abismo da desigualdade social no país, minimizando os efeitos da fome e da desnutrição.

OFICINAS – Além da programação de espetáculos as ações formativas do festival são direcionadas para o público iniciante e também profissional. As oficinas de iniciação de dança e teatro são voltadas para públicos específicos, com inscrições que já estão encerradas e acontecerão de 23 a 30 de julho na Apae (Petrolina), na Associação de Mulheres Rendeiras (Petrolina), Ilha do Massangano (Petrolina); Espaço Filhos de Zaze (Juazeiro); EREMCC (Petrolina) e Cetepe (Lagoa Grande).

Para aqueles que têm alguma vivência com a arte ou são profissionais, estão com inscrições abertas no Sesc Petrolina (R. Pacífico da Luz, 618 – Centro) as turmas para oficinas de capacitação de canto, teatro, dança, literatura, performance e cinema, que serão realizadas de 2 a 10 de agosto. Para participar basta se inscrever por R$ 30 (Público em geral), R$ 15 (Estudante). Trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo têm desconto, pagando R$ 10.

Serviço:

Festival Aldeia do Velho Chico

Local: Petrolina, Juazeiro e Lagoa Grande

Data: 1 a 11 de agosto

Ingressos: Teatro D. Amélia: R$ 20 (Inteira), R$ 10 (Meia) 5 (Trabalhadores do Comércio e dependentes).  Show  de Alice Caymmi: R$ 40 (Inteira), R$ 20 (Meia) 10  (Trabalhadores do Comércio e dependentes). Virarte: 1 Kg de alimento não perecível ou R$ 5 (Acesso a toda programação, porém, é necessário retirar senha uma hora antes de cada espetáculo). Nos demais locais a entrada é gratuita, porém, limitada à capacidade de cada espaço.

Informações: (87) 3866- 7454

Programação:

01/08 a 11/08 – Café de Bule | Cena Gastrô – Cardápio especial com pratos personalizados

01/08 – Quarta – (Cortejo Abre alas pro Velho Chico)

14h – Hall Teatro D. Amélia | Painel Instantâneo

15h – Teatro D. Amélia | Mostra Pedagógica

16h – Rua em frente ao Sesc | Boi Diamante (Arcoverde-PE), Frevuca e Orquestra de Frevo (Petrolina-PE)

17h – Palco Porta do Rio | Afoxé Filhos de Zaze (Juazeiro-BA), Reisado da Comunidade Quilombola da Mata de São José (Orocó-PE),  Quadrilha Buscapé (Juazeiro-BA), Samba de Veio da Ilha do Massangano (Petrolina-PE), Reisado da Comunidade Quilombola do Lambedor (Lagoa Grande-PE) e Quadrilha Encanto Nordestino (Petrolina-PE)

20h – Palco Porta do Rio | Jamais serei o seu quintal – Tio Zé Bá (Petrolina-PE)

21h – Palco Porta do Rio | Viagem ao coração do Sol – Cordel do Fogo Encantado (Arcoverde-PE)

02/08 – Quinta

18h – Muro Galeria | Helianthus Annuus – Painel Visualidades da Aldeia

19h – Galeria de Artes | A Gravura de Lasar Segall: poesia da linha e do corte (São Paulo-SP) – Projeto Artesesc

21h – Teatro D. Amélia | Eu te avisei – Alice Caymmi (Rio de Janeiro-RJ)

03/08 – Sexta

19h – Jardim da Galeria | Gean Ramos (Jatobá-PE), Cosme Batista (Petrolina-PE), Eliane Potiguara (Rio de Janeiro-RJ) e Déba Viana Tacana (Rondônia/Bolívia) – Projeto Poesia no Jardim de Ana

21h – Teatro D. Amélia | Farinha com açúcar – Ou sobre a sustança de meninos e homens | Coletivo Negro (São Paulo-SP) – Projeto Palco Giratório

22h – Espaço Cubículo | Bailinho Simultâneo – Brena Gonçalves (Ilhéus-BA)

04/08 – Sábado

16h – Teatro D. Amélia | Estelita entre fadas e outros bichos – Trup Errante (Petrolina-PE)

21h – Teatro D. Amélia | Farinha com açúcar – Ou sobre a sustança de meninos e homens | Coletivo Negro (São Paulo-SP) – Projeto Palco Giratório

  1. Lambedor | Lagoa Grande-PE

17h – Eu Vim da Ilha – Cia de Dança do Sesc (Petrolina-PE)

18h – A Visita – Grupo de Teatro Arte-Em-Cena (Caruaru-PE)

19h – Romenildo e Banda (Lagoa Grande-PE)

20h – Reisado da Comunidade Quilombola do Lambedor (Lagoa Grande-PE)

05/08 – Domingo

14h – Sala de Teatro | Pensamento Giratório – Coletivo Negro (São Paulo-SP) e Cia Biruta (Petrolina-PE) – Projeto Palco Giratório

16h – Teatro D. Amélia – Vento Forte para Água e Sabão – Cia Fiandeiros de Teatro (Recife-PE)

20h – Teatro D. Amélia | A Visita – Grupo de Teatro Arte-Em-Cena (Caruaru-PE)

Ilha do Massangano | Petrolina-PE

17h – Raízes para o alto | Cia de Dança do Sesc (Petrolina-PE)

18h – Um batuque que ecoou | Eugênio Cruz, Camila Yasmine e Batuk-ajé (Petrolina-PE)

19h – Coco Miudinho da Xambá (Olinda-PE)

20h – Samba de Veio da Ilha do Massangano (Petrolina-PE)

06/08 – Segunda

16h | Tecendo ideias – Arte/Documento dos anos de chumbo – Tuca Siqueira (Recife-PE), Márcia Galvão (Petrolina-PE) e Thom Galiano (Petrolina-PE)

19h – Jardim da Galeria | Circuito de Autores: Daniel Galera (Porto Alegre-RS), Melanie Peter (Joinville-SC) e Andréa Karla Menezes (Petrolina-PE) | Projeto Arte da Palavra

20h – Teatro D. Amélia | Perfopalestra A Bárbara – Brisa Rodrigues (Rio de Janeiro/RJ) e Performance Medeacústica – Luciana Lyra (São Paulo-SP)

07/08 – Terça

09h – IF Sertão | Circuito de Autores: Daniel Galera (Porto Alegre-RS), Melanie Peter (Joinville-SC) e Andréa Karla Menezes (Petrolina-PE) | Projeto Arte da Palavra

16h – Sala de Teatro | Tecendo ideias – Por uma dramaturgia feminista – Luciana Lyra (São Paulo-SP)

19h – Sala de Dança | Solos sem idade – Curso de Dança da 3ª idade do Sesc (Petrolina-PE)

19h30 – Escada do Teatro | Procura-se um corpo – Ação nº03 – Núcleo de Teatro do Sesc (Petrolina-PE) e Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz (Porto Alegre-RS)

20h – Teatro D. Amélia | Exibição do Filme Amores de Chumbo com participação de Tuca Siqueira (Recife-PE) e Augusta Ferraz (Recife-PE)

08/08 – Quarta

14h – Orla Petrolina | Exposição: Ficções Cerâmicas – Políticas do Barro | Mostra Flutuante de Artes Visuais

16h – Sala de Teatro | Tecendo ideias – Narrativas do feminino no Vale – Vozes mulheres – Além das margens, Clã Virá (Juazeiro-BA/Petrolina-PE) e Núcleo de Estudo e Pesquisa em Literatura (Petrolina-PE)

19h – CEU das águas | Maria e Virgulino na hora anunciada – Coletivo Passarinho (Petrolina-PE)

20h | Teatro D. Amélia | Patética- A verdadeira história de Glauco Horowitz – Teatro Popular de Arte (Petrolina-PE)

09/08 – Quinta

09h – Orla Petrolina | Exposição: Ficções Cerâmicas – Políticas do Barro | Mostra Flutuante de Artes Visuais

16h – Sala de Teatro | Pensamento Giratório – Quatroloscinco – Teatro do Comum (Belo Horizonte-MG) e Coletivo Trippé (Juazeiro-BA/Petrolina-PE) | Projeto Palco Giratório

19h – CEU das águas | Os Campeões do Mundo – EREMCC (Petrolina-PE)

20h | Teatro D. Amélia | Luzir é negro! – Teatro de Fronteira (Recife-PE)

10/08 – Sexta

16h – Sala de Teatro | Tecendo ideias – Minhas contas minha cor – Marconi Bispo (Recife-PE), Antonio Carvalho (Juazeiro-BA) e Elson Rabelo (Petrolina-PE)

19h – CEU das águas | Estudo para epifania – Kleber Cândido (São Paulo-SP)

20h – Teatro D. Amélia | Fauna | Quatroloscinco – Teatro do Comum (Belo Horizonte-MG) | Projeto Palco Giratório

22h – E. C. Filhos de Zaze | Recital Ponto Poético – Cia Biruta (Petrolina-PE)

22h30 – E. C. Filhos de Zaze | Afoxé Filhos de Zaze (Juazeiro-BA) e Coco das Irmãs Lopes (Arcoverde-PE)

11/08 – Sábado (VIRARTE)

16h – Mercado Cultural

16h – Teatro Dona Amélia | Bonito – Projeto Bonito (Salvador-BA)

17h – Rua em frente ao Sesc | Chulos – Dual Cena Contemporânea (São Paulo-SP)

18h – Sala Ginásio | Opera D’água – Grupo Proscênio (Surubim-PE)

19h30 – Teatro D. Amélia | Você é o que lê – Gregório Duvivier (Rio de Janeiro-RJ), Maria Ribeiro (Rio de Janeiro-RJ) e Xico Sá (São Paulo-SP)

20h – Rua em frente ao Sesc | Projeto Dançando no Asfalto

21h – Palco | Coco das Irmãs Lopes (Arcoverde-PE)

22h – Teatro D. Amélia | Tudo Phone – Coletivo Trippé (Petrolina-PE/Juazeiro-BA)

23h – Palco | Larissa Luz (Salvador-BA)

24h – Cantina | Dancing Queen – Calupsyta Zabelê (São Paulo-SP)

02h – Palco | Andrezza Santos (Juazeiro-BA)

Oficinas de Iniciação

23/07 a 30/07

09h às 11h – APAE | Oficinas de Dança – Carol Andrade (Petrolina-PE)

25/07 a 31/07

09h às 11h – A. Mulheres Rendeiras| Oficinas de Dança – Laís Bione (Juazeiro-BA)

14h às 16h – Ilha do massangano| Oficinas de Dança – Mary Ane Nascimento (Juazeiro-BA)

17h às 19h – E. Filhos de Zaze | Oficinas de Dança – Rafael Sisant (Petrolina-PE)

17h às 19h – EREMCC | Oficinas de Teatro – Monique Paulino (Petrolina-PE)

28/07 a 29/07

13h às 18h – CETEP Lagoa Grande | Oficina de Teatro – Fernanda Luz (Petrolina-PE)

Oficinas de Capacitação

02/08 a 03/08

09h às 13h | Oficina Teatro: um olhar sobre o pequeno ator – Daniela Travassos (Recife-PE)

09h às 13h | Oficina de Serigrafia e encadernação artesanal – Vi Brasil e D Mingus (Recife-PE) – Projeto Vias da Arte

04/08 – Sábado

10h às 13h e 14h às 17h | Oficina O Espaço vazio e a Poesia corpórea – Coletivo Negro (São Paulo-SP) – Projeto Palco Giratório

04/08 a 05/08

09h às 13h | Oficina Mulheres indígenas sempre foram sagradas – Eliane Potiguara (Rio de Janeiro-RJ) – Projeto Poesia no Jardim de Ana

09h às 13h | Oficina Composição e produção musical – Vi Brasil e D Mingus (Recife-PE)

05/08 – Domingo

09h às 13h | Oficina O Caldeirão de Afrodite: Procedimentos da Mitologia em Arte na construção dramatúrgica – Luciana Lyra (São Paulo-SP)

06/08 a 10/08

09h às 13h | Oficina Leitores, livros e as histórias de cada um – Anna K. (Fortaleza-CE) – Projeto Arte da Palavra

07/08 a 08/08

09h às 13h | Oficina Caminhos e experiências de um longa-metragem – Tuca Siqueira (Recife-PE) – Projeto Cinesesc

09h às 13h | Oficina Escritas da Cena – Assis Benevuto e Marcos Coleta (Belo Horizonte-MG) – Projeto Palco Giratório

09/08 e 10/08

09h às 13h | Oficina Criação e composição coreográfica – Ivan Bernardelli (São Paulo-SP)

14h às 18h | Oficina Ateliê de Criação Drag – Calu Zabel (São Paulo-SP)

Ascom

Deixe seu comentário