Terreno no João de Deus vira caso de justiça e gera dúvida.Quem está falando a verdade?

Um dos endereços mais caros do bairro João de Deus em Petrolina cidade está se tornando uma grande dúvida para os moradores do local. O terreno, ora em questão, antes abrigava um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), e durante muitos anos, ali funcionava.

Há dois ano atrás, com a construção do novo prédio do CRAS no bairro, a antiga construção foi abandonada, e os moradores esperavam que no local, a prefeitura instalasse um novo equipamento que beneficiasse a comunidade. Isso não aconteceu. Agora, o local está sendo cercado, e segundo aqueles que estão fazendo o serviço, o terreno tem dono.

Paulo Soares, que é de uma família antiga da cidade, disse em entrevista que o terreno pertence à família, e que ao cercar, estão apenas protegendo aquilo que lhes pertence. E que a prefeitura ou quem tiver responsabilidade sobre o assunto, que os procure e vejam que nas suas mãos estão todas as documentações que provam a propriedade do lugar.

“Se a prefeitura ou a CODEVASF quiserem pagar pelo terreno que o façam, mas o terreno pertence a nossa família. Não estamos grilando, tomando à força, não é nada disso. Estamos apenas cercando o que é nosso por direito.”

Para Carlos enfermeiro, presidente do João de Deus, a dúvida está no ar, e a comunidade do João de Deus não sabe quem está dizendo a verdade, até por que ninguém da prefeitura apareceu no local para informar sobre a situação.

“ O que a comunidade do João de Deus quer saber, é a quem pertence o terreno. É uma área nobre, de muito valor. Falaram-nos que ali seria um restaurante popular, e que beneficiaria o bairro, e hoje, 25 de julho, acordamos com uma cerca, e com pessoas dizendo que são os donos do local. Estamos sem entender”, disse o presidente.

E agora? Quem está dizendo a verdade? Cadê a prefeitura de Petrolina? (A Língua)

Deixe seu comentário