Trabalhadores Rurais Mobilizados em Petrolina buscam respostas do Governo Federal sobre o Projeto Pontal

Centenas de trabalhadores estão realizando protestos em todo Brasil, nesta quarta-feira (18), as mobilizações integram o “Dia D” de Atos Nacionais Unificados contra os Cortes no Orçamento Federal previsto para 2018, que comprometem diretamente as políticas públicas voltadas para o desenvolvimento da Agricultura Familiar.

Em Petrolina o manifesto acontece na BR 428, na entrada do Projeto Irrigado Pontal, o coordenador do MST, no Sertão de Pernambuco, Florisvaldo Araújo, em entrevista a reportagem desse Blog, ressalta os principais pontos de reivindicações dos trabalhadores rurais em Petrolina.“O ponto específico do protesto é a questão do Projeto Pontal, onde pedimos que a Codevasf, por meio do Ministério da Integração Nacional, garanta as terras para os trabalhadores assentados nos assentamentos Democracia e Dom Tomaz. Solicitamos apenas 1500 hectares  de terras dos 8 mil que possui o referido projeto”, pontuou.

Ainda de acordo com Florisvaldo outro ponto defendido pela categoria é em defesa da reforma agrária, “ pois o governo Temer retirou 80% do orçamento para o setor previstos para 2018”, disse o coordenador do MST no Sertão do São Francisco.

Os manifestantes já liberaram a BR 428, após 5h de protesto com a interdição da via.

Blog do Banana

Deixe seu comentário