UNINASSAU realiza campanha contra bullying em escolas da região

O objetivo da ação é alertar sobre os impactos negativos do bullying e como preveni-lo.

Com o objetivo de alertar sobre os impactos negativos do bullying e como preveni-lo, a Faculdade UNINASSAU Petrolina iniciou um ciclo de palestras nas escolas da região. A iniciativa acontece durante o mês de maio em todas as unidades da UNINASSAU visando contribuir para a redução dos casos de bullying no ambiente escolar.

A professora da Instituição de Ensino Superior (IES), Eliete Maia, apresentou, na última sexta-feira (11), o tema aos alunos do Colégio da Polícia Militar de Juazeiro (CPM). Maia explanou sobre como a prática se efetiva, características do agressor e da vítima, os problemas psicológicos psicossomáticos gerados nesses casos.

Para aluna do CPM Lívia Monteiro, “a palestra foi maravilhosa. Eu pude entender como o bullying realmente acontece, identificar como alguém pode estar sofrendo com isso. É muito triste saber que há casos em que essas pessoas se suicidam”, disse.

Durante a palestra, foram entregues cartilhas, cartazes informativos e houve a exibição de um vídeo institucional. Para a diretora da UNINASSAU Petrolina, Anna Cristina, “o combate ao bullying é um compromisso social da nossa instituição e estamos unidos para enfrentar essa prática que só traz malefícios para nossos jovens”, ressaltou a diretora.

Identificando o bullying

O bullying corresponde à prática de atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, cometidos por um ou mais agressores contra uma determinada vítima. Em outros termos, significa todo tipo de tortura física ou verbal que, reiteradamente, atormenta um grande número de vítimas no Brasil e no mundo.

O bullying pode ocorrer em qualquer ambiente onde exista o contato interpessoal, seja nas escolas, no ambiente coorporativo, com os amigos, ou mesmo entre a família.

Ascom

Deixe seu comentário