Vereadora Maria Elena alerta prefeito Miguel Coelho para que Petrolina mantenha tradição em dispor de políticas públicas voltadas para a mulher

A Comissão da Defesa e dos Direitos da Mulher da Câmara de Petrolina deve ser instalada nos próximos dias e deve contar com a presença da vereadora Maria Elena Alencar (PRTB) eme sua formação.

“Vou oficializar o meu pedido para que eu possa fazer parte da Comissão, assim como faço parte do conselho municipal da mulher, do movimento de mulheres de Petrolina e sou diretora nacional da Confederação de Mulheres do Brasil pelo quinto ano, representando Pernambuco na entidade”, colocou a parlamentar.

Solicitando à Casa mais agilidade na instalação do novo colegiado, a vereadora pontuou que tanto na nova comissão como nas outras entidades que tratam do tema na cidade, todos são instrumentos importantes de combate ao aumento de violências diversas contra a mulher na cidade e que precisam funcionar de fato e de direito.

Elena aproveitou e fez um alerta ao prefeito Miguel Coelho, do PSB. “Vamos voltar a alertar e fazer com o prefeito Miguel Coelho, através dos seus assessores, que não deixe adormecer esse assunto, pelo contrário. Que passem a dar a atenção devida, sob pena de estarem prejudicando uma gestão que tem tudo para ser de sucesso e ela não pode jamais fraquejar nesse ponto, das políticas públicas das mulheres”.

Segundo Maria Elena, essa onda de desconstrução das políticas avançadas no Brasil, não pode afetar Pernambuco e nem Petrolina.

“Os prefeitos que por aqui passaram tem essa tradição, a principiar por Fernando Bezerra Coelho que criou a Secretaria da mulher, conselho da mulher. Quem acha que por causa do Governo Temer isso é coisa esquecida, não vamos deixar. Se essas ouvidas que estamos fazendo, procederem, vamos tornar público aquilo que hoje está motivando os movimentos de mulheres a fazerem essas ouvidas”, considerou a vereadora.

Maria Elena disse ainda que está apurando situações que podem ser preocupantes no tocante a casos relacionadas a situação da mulher em Petrolina, e fez um alerta aos gestores públicos.

“Precisamos dar a atenção aos reclames das mulheres que sofrem assédio sexual, moral, nos quadros dos organismos públicos em Pernambuco. Em Petrolina, isso não é diferente”, acrescentou.

Campus Ciências Agrárias – Maria Elena solicitou ainda durante a sessão ordinária do legislativo petrolinense desta terça, 15, a ampliação do transporte coletivo para o campus Ciências Agrária da Univasf (Universidade Federal do Vale do São Francisco.

“Na última vez que estivemos com os representantes dos estudantes daquela unidade, eles fizeram essa solicitação que é recorrente. Estamos solicitando então à AMMPLA, porque estudantes que não possuem carro, sofrem transtornos seríssimos até chegar no seu curso”, justificou a vereadora Maria Elena.

Deixe seu comentário