Mês de conscientização do autismo movimenta CAPS Infanto-Juvenil de Petrolina

Para chamar a atenção e informar a respeito do autismo entre crianças e adolescentes, o Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (CAPSi) de Petrolina promoveu uma palestra abordando esse tema. A apresentação, feita por Renata Freitas, psicóloga do CAPSi foi direcionada para os pais dos usuários do serviço e aconteceu no mês em que se celebra o Dia Mundial da Conscientização do Autismo.

A palestra discutiu aspectos do Transtorno do Espectro Autista (TEA), esclarecendo sobre o diagnóstico, os sintomas que podem ser indicativos do distúrbio e o acompanhamento que deve ser feito com os pacientes. Além disso, pais deram depoimentos sobre a convivência com os filhos autistas.

“Discutir o assunto, esclarecer, trazer novas informações é a melhor forma de conseguir orientar e acolher, de modo que os pais fortaleçam a compreensão sobre o TEA, por isso o momento é de muita importância, inclusive pela redução do estigma e preconceito que envolve os autistas”, destaca a coordenadora do CAPSi, Maria do Carmo Roriz.

Em Petrolina, o órgão que oferece acompanhamento especializado para crianças e adolescentes autistas é o CAPs Infanto-Juvenil, vinculado à Prefeitura. Atualmente, os profissionais do local assistem cerca de 35 pacientes diagnosticados com autismo através de  atendimentos terapêuticos, psicopedagógicos e psicológicos.

Ascom

Deixe seu comentário