Disputa em Pernambuco vai polarizar entre Danilo Cabral e Anderson Ferreira

O Instituto Potencial realizou um levantamento para governador, senador e presidente, cujos números trazem um cenário após a visita do presidente Jair Bolsonaro a Pernambuco.

No levantamento, quando associado ao presidente Jair Bolsonaro, o pré-candidato a governador do PL salta de 13,1% para 16,4%. Danilo Cabral, por sua vez, quando associado a Lula, cresce quase seis pontos chega a 14,8% das intenções de voto e Marília neste mesmo cenário, cai de 25,5% para 20,3%.

Bolsonaro figura com 25,9% das intenções de voto no cenário estimulado. Na disputa pelo Senado, quando vinculado ao presidente, Gilson Machado Neto salta de 10,2% na estimulada, para 13,9%.

Os números do levantamento evidenciam que a polarização nacional entre Lula e Bolsonaro converge para influenciar tanto a disputa pelo Senado quanto a do governo, podendo levar ao segundo turno Danilo Cabral e Anderson Ferreira, uma vez que Marília começa a perder competitividade a medida que o eleitor identifica que ela não é a candidata de Lula em Pernambuco.

(Blog Edmar Lyra).

Deixe seu comentário