Governo de Pernambuco inicia pagamento de benefício continuado a familiares de vítimas das chuvas

O Governo de Pernambuco inicia, nesta quarta-feira (3), o pagamento do benefício continuado de um salário mínimo a familiares de pessoas que vieram a óbito em decorrência dos temporais no Estado. Neste primeiro momento, estão habilitados 82 beneficiários que tinham parentesco com 57 vítimas. Como a lei que instituiu a medida é de junho deste ano, esse grupo de pessoas está recebendo o equivalente a dois meses de pagamento. Os cadastros dos demais beneficiários seguem em processo de análise e validação. Até o momento, familiares de 117 vítimas tiveram informações coletadas pelas equipes estaduais de assistência social.

“É um trabalho com alguma complexidade, pois é necessário recolher uma série de documentos e validar esses cadastros com todo o cuidado, considerando que é um pagamento que vai acontecer por tempo indeterminado, de forma continuada. Estamos garantindo de forma retroativa, ou seja, há pessoas que estão recebendo dois salários mínimos neste primeiro mês. É um esforço que estamos fazendo, enquanto Governo do Estado, para ajudar essas pessoas a tentarem retomar suas vidas”, explicou o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude de Pernambuco, Edilazio Wanderley.

Além do benefício continuado para familiares de pessoas que morreram nas ocorrências das chuvas, o Governo do Estado também garantiu o Auxílio Pernambuco, benefício de R$ 1,5 mil, em parcela única, para mais de 100 mil famílias que ficaram desabrigadas, desalojadas ou que tiveram prejuízo material por conta dos temporais, mediante comprovação desses danos por laudo emitido pelas prefeituras e inscrição no Cadastro Único. Para essa medida, estão previstos R$ 151.420.883,94. Até agora, 34 municípios – incluindo todos os atingidos pelas chuvas de maio – já receberam um total de R$ 125.229.395,67 para pagamento do auxílio. Os demais – atingidos pelas chuvas de julho – seguem cumprindo trâmites necessários para a transferência de recursos.

 

Imagem: Marcelo Vidal/Arquivo/SDSCJ

Superintendência de Comunicação

Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude de Pernambuco

Deixe seu comentário