Libras@PE é lançado e vai ampliar acesso de pessoas surdas a serviços públicos

O Governo do Estado lançou, nesta sexta (14), o Libras@PE, serviço que vai disponibilizar intérpretes da linguagem de sinais, de forma virtual e gratuita, em órgãos públicos. O objetivo é ampliar o acesso de pessoas surdas a procedimentos como a emissão de carteira de identidade e CPF e o desbloqueio do VEM Livre Acesso. Nesta primeira etapa do projeto, que passa a funcionar em fase piloto, a tecnologia foi implantada na Superintendência Estadual de Apoio à Pessoa com Deficiência (Sead), que funciona no bairro da Boa Vista, no Recife. Nos próximos dias, a novidade chegará a outros órgãos, como o Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB), a Divisão de Concessão de Abatimentos e Gratuidades (DIAG) do Grande Recife Consórcio e o Expresso Cidadão.

Ao buscar atendimento, a pessoa surda será direcionada a um espaço identificado por um selo que indica a disponibilidade do serviço. O intérprete de Libras intermediará a comunicação entre o usuário e o atendente a distância, por meio de um aplicativo operado em celular, tablet ou computador do órgão público, sem que o usuário precise dispor do app ou outra ferramenta. O Libras@PE é uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) de Pernambuco, por meio da Secretaria Executiva de Segmentos Sociais (Seses) e da Sead. Atendentes dos outros órgãos envolvidos na parceria passarão a ser capacitados, inclusive no Interior do Estado, para que, gradativamente, mais espaços de atendimento disponham do serviço.

“Pernambuco vem destravando diversas pautas históricas das pessoas com deficiência, como o PE Livre Acesso intermunicipal, a redução do custo da segunda via do VEM Livre Acesso e, agora, dá outro grande passo, utilizando a tecnologia para ampliar a inclusão dessas pessoas, que poderão, através do aplicativo, sem a necessidade de um intérprete de Libras presencial, ter um atendimento mais facilitado, confortável e ágil. Já tivemos autorização do governador Paulo Câmara para que possamos ampliar para todos os órgãos onde há atendimento ao público essa experiência positiva que começamos a ter nestes primeiros órgãos participantes”, explica o secretário estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude de Pernambuco, Sileno Guedes.

Segundo a secretária executiva de Segmentos Sociais, Marília Bezerra, a disponibilização do serviço nesta fase inicial priorizou procedimentos básicos para a garantia de direitos civis da população. Mas o potencial é de funcionamento por 24 horas, o que será importante quando o Libras@PE chegar a delegacias e à área da saúde. “Tivemos reuniões com secretarias e órgãos parceiros nas últimas semanas e começamos agora a testar essa tecnologia em serviços básicos de grande importância para assegurar o acesso a direitos. Vamos avaliar esses primeiros resultados e ampliar essa iniciativa para outros serviços”, explica.

O professor Edson Santana, de 41 anos, que tem deficiência auditiva, utilizou o novo serviço para buscar informações sobre o VEM Livre Acesso. Ele contou com o apoio de um intérprete de Libras conectado a partir de São Paulo para intermediar a conversa com a atendente que estava na Sead, no Recife. “Eu utilizei o aplicativo, fiz a videochamada e fiz várias perguntas sobre inscrições, documentações. Achei uma possibilidade excelente”, comunicou Edson, por meio da linguagem de sinais.

Imagens: Wesley D’Almeida

Ascom SDSCJ

Deixe seu comentário