Procedimento irregular em Hospital de Santa Maria da Boa Vista causa infecção em recém-nascido

Uma paciente que deu entrada no Hospital Municipal Monsenhor Ângelo Sampaio no último domingo (01) em Santa Maria da Boa Vista, reclamou de um procedimento que foi feito após o parto.

Segundo a paciente, Wesliane Maria dos Santos, 30 anos, após o nascimento do seu filho, a enfermeira informou que não tinha o objeto utilizado para prender o umbigo da criança e teria então que usar um pedaço de luva de borracha. Ainda segundo a mãe da criança, tal procedimento provocou infecção no umbigo do bebê que permanece internado na unidade hospitalar.

OUTRO LADO

Através de vídeo divulgado nas redes sociais, o secretário de saúde Nelson Eduardo informou que existe o material necessário e que afastou toda a equipe que realizou o parto da paciente. Nelson informou que todos os envolvidos serão ouvidos e que medidas rígidas serão adotadas, destacando que tal procedimento não é admissível. (Com Blog Nossa Voz)

Deixe seu comentário