Anátomo-clínica da residente Fernanda Schoenenberger apresenta estudo sobre vômitos em lactentes

A residente de pediatria do Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina, Fernanda Schoenenberger, apresentou na última semana (25) a sua Anátomo-clínica que teve como tema “vômitos em lactentes”. O assunto, recorrente em consultórios clínicos e emergências, permitiu à estudante um leque de diagnósticos diferenciais que girou em torno de 30 possibilidades.
“Cheguei ao final com três diagnósticos possíveis para o caso, sendo que o diagnóstico final [má rotação intestinal] chamou a atenção por ser mais frequente do que imaginamos. O caso tratado necessitou de uma avaliação cirúrgica e pôde ser resolvido no próprio HDM, reforçando a autonomia e amplitude dos serviços do hospital”, relatou Fernanda.
Náuseas e vômitos são sintomas comuns em lactentes, podendo ser decorrentes de problemas gastrenterológicos transitórios de caráter leve, ou mesmo processos de extrema gravidade. O vômito pode representar uma resposta fisiológica benéfica, no sentido de permitir expelir toxinas de alimentos contaminados. Contudo, o vômito é mais frequentemente causado por um distúrbio. Em geral, o distúrbio é relativamente inofensivo, mas ocasionalmente o vômito é um sinal de um problema grave, tal como bloqueio do estômago ou do intestino ou elevação da pressão dentro do crânio (pressão intracraniana).
“Portanto, as causas do vômito precisam ser investigadas, levando-se em consideração todas as hipóteses diagnósticas”, ressaltou. Com essa exposição, Fernanda encerra a sua residência, sobre a qual avalia: “No primeiro ano nós alcançamos um crescimento exponencial de conhecimento e aprendizado, e ao longo do segundo ano tivemos um fortalecimento de vínculos e conteúdos. Acredito que a experiência tenha sido a melhor possível”. De acordo com a diretora de Ensino e Pesquisa, a primeira reunião Anátomo-clínica do ano abriu 2018 com chave de ouro. “Sem dúvida, a apresentação de Fernanda foi brilhante”, considerou.
Fernanda, que é de Curitiba e veio morar em Petrolina em 2005, é médica sanitarista e mestra em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz-RJ, deixou a oftalmologia, área que também atuou, para fazer a residência em pediatria no HDM. A identificação foi tanta que a profissional vai permanecer atuando no Dom Malan, entre outras instituições de ensino e assistência da região.
A Anátomo-clínica
A Anátomo-clínica é um tipo de Trabalho de Conclusão de Curso, baseado em um caso clínico, cujo diagnóstico é desconhecido pelo aluno. A atividade é obrigatória para todos os residentes do segundo ano, e tem por objetivo estimular o exercício do raciocínio clínico através da formação de hipóteses diagnósticas possíveis para o caso em questão.
Ascom
Deixe seu comentário