Empresário de Fernando de Noronha preso por abusar sexualmente de duas filhas pequenas

Um empresário de Fernando de Noronha foi preso na última sexta-feira (06) sob suspeita de abusar sexualmente de suas duas filhas. Em depoimento, as meninas relataram que quando passavam férias com o pai, ele as beijava e acariciava nas partes íntimas. Não satisfeito, ainda pedia para que as duas se beijassem. Hoje, as meninas têm quatro e onze anos. Filhas de mães diferentes, uma mora no Recife e a outra em Minas Gerais. O homem tem ainda outras três meninas e um garoto. A polícia investiga para saber se os demais também teriam sido abusados pelo pai.

A identidade do empresário foi mantida em sigilo pela Justiça. A prisão aconteceu após a expedição de um mandado de prisão temporária, na quinta-feira (05). Segundo o delegado Geraldo da Costa, responsável pelas investigações, a denúncia da mãe pernambucana foi feita em maio deste ano na Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA). No Sudeste, a outra mãe procurou o Ministério Público. “Estamos juntando os relatos para elaborar o inquérito e descobrir exatamente o que acontecia. Já ouvi os envolvidos daqui. Os relatos de Minas Gerais foram encaminhados para a Delegacia de Fernando de Noronha e estamos trocando as informações”, contou.

Desde a sexta-feira, o homem está no Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima. Pertencente a uma família tradicional do arquipélago, o empresário do ramo de transporte de cargas via embarcação deverá ficar detido por um mês. “É o tempo que temos para dar andamento as investigações. Até agora, não sabemos de penetração, de fato, mas tudo indica que realmente houve um abuso reincidente e ele deverá responder por isso”, continuou Geraldo da Costa.

Ainda de acordo com a polícia, o homem já havia sido denunciado por ter começado a namorar com a mãe da criança mais nova, a pernambucana, quando ela ainda era menor de idade. “Não é confirmado, mas parece que ele já respondeu por sedução de menores. Mas foi casado várias vezes depois e tem outros filhos pequenos. Vou ouvir os outros para saber se ainda há mais abusos nessa história”.

Por ser separado da mãe das meninas, segundo a polícia, os abusos só aconteciam durante as férias, quando elas iam para Fernando de Noronha ficar com o pai.

 Fonte: Diário de Pernambuco

Blog do Banana

Deixe seu comentário