Secretarias municipais mobilizam-se para o Dia Nacional de Combate ao abuso e exploração de sexual de crianças e adolescentes

Na próxima sexta-feira (18), o país estará mobilizado em prol do dia nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes que tem como objetivo mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos sexuais de crianças e adolescentes.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho, através dos Centros de Referência Especializada e Assistência Social (CREAS) e de Referência em Assistência à Mulher (CRAM), estará realizando nesta sexta-feira, a partir das 09h, uma ação no distrito de Izacolândia com panfletagem nas casas, ruas e bares, orientando a comunidade sobre como prevenir que casos como esse aconteçam dentro de suas casas.

Outras comunidades como Rajada, Nova Descoberta e a própria Izacolândia já foram contempladas com a ação. De acordo com informações da coordenadora dos Centros, Maria das Graças Sol Posto, durante toda a semana foram realizadas ações envolvendo as Secretarias Municipais de Desenvolvimento Social e Trabalho, Mulher e Segurança Cidadã e órgãos da rede de assistência social e segurança como o Conselho Tutelar, Conselho Municipal dos Direitos e Deveres das Crianças e dos Adolescentes (CMDDCA) e Polícias Civil e Militar.

Estatística

Dados da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, o Disque Direitos Humanos (Disque 100), somente em 2011, realizou 242.921 atendimentos, sendo que, deste total, cerca de 40% referiam-se à denúncias. Desde sua criação (maio de 2003) até dezembro de 2010, o Disque 100 já recebeu e encaminhou mais de 145 mil denúncias em todo o país. Os dados do Disque Denúncia, referentes ao período de janeiro a fevereiro de 2011, demonstram que a maior parte das vítimas de violência sexual é do sexo feminino, representando 78% das vítimas.

As denúncias registradas no Disque 100 são examinadas e encaminhadas aos serviços de atendimento, proteção e responsabilização do Sistema de Garantia de Direitos da Infância e Adolescência presentes nos estados e nos municípios brasileiros. Os principais parceiros são os Conselhos Tutelares, os órgãos da segurança pública (Delegacias de Proteção à Criança e ao Adolescente, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal) e Ministério Público.

Texto: Iana Lima

Blog do Banana

Deixe seu comentário