Abertura do ano letivo lotou pavilhão de feira do centro de convenções.

Sem títuloAs dependências do pavilhão de feiras, no Centro de Convenções de Petrolina ficaram lotadas durante os eventos que marcaram o ano letivo da Rede Municipal de Educação em 2014. Circularam no espaço de exposição, mais de 2000 mil pessoas. Estandes distribuídos no pavilhão, apresentavam serviços, produtos da Secretaria Municipal de Educação – SEDUC. Foi inaugurada a sala dos Conselhos de Educação no térreo do Centro de Convenções, em seguida foi a vez da inauguração das novas instalações da SEDUC.

A Filarmônica 21 de Setembro, tocou para os presentes, depois, o Hino Nacional foi entoado. O professor Genivaldo Nascimento da Universidade do Estado de Pernambuco falou sobre a parceria entre a UPE, prefeitura e outras instituições na realização do CLISERTÃO, (encontro literário que será realizado no mês de maio em Petrolina). Em seguida o prefeito Julio Lossio e o representante do Instituto de Educação de Petrolina – IEP, Dr. Grey Portela, assinaram um convênio para a realização voluntária de atividades educativas de saúde no município. O Secretário Municipal de Educação, Heitor Bezerra Leite, falou da busca de desempenhos e resultados maiores e do novo conceito de Cidade que Educa: “Temos que nos aliar às famílias de nossos alunos e crescer, integrar-nos às outras secretarias ,para quando chegarmos ao final de 2014 , possamos alcançar e comemorar um resultado ainda mais satisfatório de uma Cidade que Educa”, enfatizou, o secretário.

Sem títuloO prefeito Julio Lossio, destacou os avanços na educação infantil e a necessidade de se investir mais nesta modalidade educativa: “quanto mais creches construímos, mas pedidos chegam. Avançamos de 45% para 85% na educação infantil. Contudo, temos hoje ainda, seis mil crianças fora da creche, por isso, precisamos universalizar esse atendimento”, disse. Ele falou também sobre a necessidade de fortalecer a “sala de aula” e realizar a transformação da educação, focando em português e matemática, mas sem se descuidar das outras disciplinas. Doutor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), Daniel Spíndola abordou a temática: motivação na perspectiva da educação. Segundo ele, o professor educa para a vida, e é aquele que se preocupa com o educando. Spíndola salientou ainda, a importância do processo educativo e da linguagem, que segundo ele, não ocorrem só formalmente, mas nas trocas cotidianas, em conversas, quando os alunos trocam informações, aprendendo e se desenvolvendo.

Setor de Educomunicação – SEDUC

Blog do Banana

Deixe seu comentário