Agroindústria de Beneficiamento de uvas na Ilha do vai gerar empregos para 50 familias

imageEm uma reunião com a gestora da Usina de Projeto, Marlize Mainardes e sua equipe, além do secretário de Ciência e Tecnologia de Petrolina, Nilton Matsumoto, foi dada a largada para a complementação do Projeto da Agroindústria de Beneficiamento de uvas na Ilha do Massangano. “Já temos um projeto contratado junto a Caixa Econômica Federal de R$ 458.000,00 para a primeira etapa do projeto e na segunda R$300.000,00, comemora Marlize Mainardes. A primeira etapa deverá ser executada a partir do mês junho de 2014.

A nova unidade beneficiará com a geração de novos empregos cerca de 50 família que vivem no local. O secretário Nilson Matsumoto explica que a exploração de uma agroindústria de beneficiamento da uva será um incremento financeiro e um incentivo à agricultura familiar. Esses trabalhadores poderão atuar no sistema agrícola, como produtores rurais, fortalecidos pelo cooperativismo irão se organizar e transformar a economia local, que não será apenas proveniente da piscicultura, mas também da produção de frutas, geleias, vinhos e sucos,” salienta. Ele destaca que essas ações serão em prol de uma atividade sustentável, já que a produção de geleias e sucos é um mercado promissor, e o incentivo à coletividade melhora as condições desses moradores, dando-lhes a oportunidade de desenvolvimento social.

A implantação da unidade agroindustrial prevista para ser inaugurada em novembro do próximo ano, permitirá que todo excedente da fruta seja processado e transformado em produtos dentro dos padrões de qualidade que o mercado exige para a comercialização dentro e fora do Estado.

A gestora da Usina de Projetos explica ainda que a partir da instalação da agroindústria, o turismo na Ilha será fortalecido. “Um dos focos principais de movimentarmos o turismo na Ilha é o turista conhecer e vivenciar todo o processo produtivo da uva desde o plantio, até o consumo dos sucos e vinhos, aliada a rica gastronomia preparada pelos nativos à base de peixes do rio São Francisco,” finaliza Marlize Mainardes.

Ascom PMP

Blog do Banana

Deixe seu comentário