Bruno Araujo (PSDB) admite que possa ter “racha” com PSB em Pernambuco

Sem título

Depois de várias especulações nos bastidores da política, o presidente estadual do PSDB em Pernambuco e deputado federal, Bruno Araújo, admitiu hoje (12) que o partido não poderá apoiar candidatura do socialista Paulo Câmara ao governo do Estado. Bruno resolveu adiar a convenção do partido para o último dia legal (30/06), permitido pela justiça eleitoral, para decidir se o partido manterá a aliança ou se lançará chapa “puro sangue” ao Governo e ao Senado.

A decisão foi tomada depois que Bruno Araújo ouviu as declarações do presidente nacional do PSB, o presidenciável Eduardo Campos, onde disse que a decisão de apoiar a candidatura tucana em Minas Gerais – acordada com o também presidenciável Aécio Neves (PSDB/MG) – sairá, na realidade, da convenção do socialista, que acontece em 29 de junho. “Nossa relação com os socialistas em Pernambuco tem sido muito saudável. Essa instabilidade que começa a surgir em Minas Gerais nos deixou com a barba de milho”, finalizou Bruno.

Informações do Diário de Pernambuco

Blog do Banana

Deixe seu comentário