Cabrobó: Policia fecha “boca de fumo”

Dando continuidade a “Operação Crack” na área da 2ª CIPM, foi realizada sexta-feira (20) uma operação em conjunto envolvendo o efetivo do Núcleo de Inteligência do Sertão 3 (NIS-3) da 2ª CIPM e o efetivo da Patrulha Rural. Após denúncias de que na Rua 01, nº 52 do bairro IPSEP funcionava um comércio de drogas (boca de fumo), os policiais monitoraram a residência de Verinaldo Vieira da Silva, popular Gravata, 39 anos, e constataram a movimentação de pessoas entrando e saindo do local.

O Comandante da 2ª CIPM manteve contato com o Poder Judiciário daquela comarca e foi expedido um mandado de busca e apreensão domiciliar na casa de Verinaldo. A GT Patrulha Rural e o efetivo do (NIS-3) foram para o local dar cumprimento ao mandado de busca e apreensão. Os policiais determinaram que a porta da casa fosse aberta, onde não foi atendido, os policiais perceberam Maria Cleonice Menezes Freire, 41 anos, Cláudio Vieira da Silva, 31 anos, solteiro, Flávia Gisele Gomes de Freitas, 31 anos e A.M.S., 13 anos, todos residentes em Cabrobó, numa mesa embalando drogas, sendo que Maria Cleonice correu para o banheiro, jogou algumas drogas no vaso e deu descarga. Após essas ações, Maria Cleonice abriu a porta e o mandado de busca e apreensão foi cumprido.

Durante as buscas, os policiais encontraram dentro do banheiro 03 (três) pedras de crack e no lixeiro estavam vários sacos de plástico para embalar a droga, na pia da cozinha e na mesa haviam pratos com vestígios de cocaína e no muro foram encontrados 02 (dois) papelotes de cocaína e 01 (uma) porção de cocaína em um saco plástico pesando 10 (dez) gramas, ainda foram encontradas mais 02 (duas) pedras de crack na encanação do esgoto residencial. O total de drogas apreendidas foi: 05 (cinco) pedras de crack, 02 (dois) papelotes de cocaína e 10 (dez) gramas da mesma droga e ainda foram apreendidos os seguintes materiais: 01 (uma) moto HONDA/NXR 150 BROSS, ano 2006, cor preta, placa JQO-9899/PE que pertence a Verinaldo; a quantia de R$ 558,65 (quinhentos e cinquenta e oito reais e sessenta e cinco centavos) em espécie.

Os imputados informaram que as drogas pertenciam a Verinaldo, que era o proprietário da casa e que não se encontrava no local. No início da operação os policiais retiraram as viaturas do local e ficaram no interior da residência, fazendo as buscas. Após a apreensão dos materiais Verinaldo bateu na porta para entrar na casa. Os policiais abriram e deram voz de prisão contra o mesmo. Os quatro imputados e os materiais apreendidos foram entregues na Delegacia de Polícia Civil local para adoção das medidas legais e o menor infrator foi entregue ao conselho tutelar para as devidas providências.

Fonte: Blog Diniz K-9

Deixe seu comentário