Centro Integrado amplia prevenção a violência contra o Idoso no estado

imageA violência é imperdoável. Nenhuma pessoa idosa vítima é capaz de esquecer. Mas um atendimento acolhedor, receptivo e, acima de tudo, humano pode ajudá-la a superar esse trauma. É nessa perspectiva que o Centro Integrado de Atenção e Prevenção a Violência contra a Pessoa Idosa, CIAPPI atua em Pernambuco, e, este ano, já realizou 3.501 atendimentos.

O Centro é vinculado a Secretaria Executiva de Justiça e Direitos Humanos, SEJUDH, e Secretaria de Desenvolvimento social e Direitos Humanos, SEDSDH. Faz parte do Sistema Estadual de Proteção às Pessoas e tem por objetivo prestar atendimento especializado à população idosa desenvolvendo ações de prevenção à violência, promoção à cidadania, inclusão social, combate ao preconceito e à discriminação.

Em 2013, o número de casos atendidos para acolhimento, prevenção e apoio especializado de psicólogos, assistente social e advogado chegou a 3.501 vítimas. E a quantidade de pessoas atingidas com mobilização, sensibilização, formação e divulgação da rede social parceira, nas Semanas de Direitos Humanos ficou em 29.875, chegando nas 12 Regiões de Desenvolvimento do estado.

As ações mobilizaram um total de 90 municípios pernambucanos, com mutirões de cidadania, que tiveram a participação do personagem “Cipriano” mostrando de forma lúdica a importância da preservação dos direitos da pessoa idosa. Também foram realizadas oficinas, seminário estadual, palestras em escolas e outras instituições da RMR, da Mata Norte e Sul, Agreste Setentrional e Sertão do Araripe. Destaque ainda para o Curso sobre Como Cuidar da Pessoa Idosa realizado em 07 cidades da Mata Norte.

O Centro de Integrado de Atenção e Prevenção a Violência contra a Pessoa Idosa, Ciappi, fica localizado na rua Benfica, 133. Madalena. O telefone para informações ou denúncias de violência é o 3183-3171. Horário de atendimento: 08h às 17h.

Assessoria de Imprensa e Comunicação

Secretaria Executiva de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco

Blog do Banana

Deixe seu comentário