Com temática voltada à caatinga, escritor apresenta livro ‘Cânticos de Chuva’ ao prefeito Julio Lossio

Valorizando a cultura local e ampliando as abordagens sobre o único bioma totalmente brasileiro, a caatinga, o escritor e poeta Virgílio Siqueira, após concluir seu livro ‘Cânticos de Chuva’, reuniu-se na tarde de ontem (25) com o prefeito de Petrolina, Julio Lossio, para apresentar seu trabalho. Na ocasião, também estavam presentes no Gabinete Municipal, a ex-secretária de Desenvolvimento Social e Trabalho, Tereza Virgínia de Carvalho e o diretor-presidente da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), Geraldo Júnior.

O auto de natal escrito no período de um ano e quatro meses leva, em mais de 50 páginas, canções sobre a caatinga, sua importância e momentos de seca e chuva. “Esse livro é resultado de um desejo que tinha desde os 19 anos e agora é realidade para a sociedade. A apresentação do trabalho ao prefeito Julio Lossio foi também uma forma de mostrar a importância da temática e como ela foi abordada”, explicou o autor.

Consciente da necessidade de valorização do bioma, o prefeito Julio Lossio reforçou a importância da temática que deve acrescentar ao patrimônio cultural das gerações, tendo nele mais um recurso para conhecer o assunto em diversos ângulos. “O trabalho é feito com muita qualidade e vem enriquecer nossas fontes de pesquisa e conhecimento. É mais uma relevante contribuição para a atual geração e as futuras”, afirmou o prefeito.

O bioma caatinga ocupa aproximadamente 73 hectares, representando 6,83% do território nacional, estando presente nos estados da Bahia, Ceará, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraíba, Sergipe, Alagoas, Maranhão e Minas Gerais. O termo caatinga é originário do tupi-guarani e significa ‘mata branca’. Apesar de estar localizado em área de clima semiárido, apresenta grande variedade de paisagens, relativa riqueza biológica e endemismo.

Texto: Juciana Cavalcante

Foto: Marcizo Ventura

Blog do Banana

 

Deixe seu comentário