Comando da PM diz que 85% dos grevistas já voltaram ao trabalho na Bahia

Em coletiva nesta sexta-feira (10), o comandante-geral da Polícia Militar, Alfredo Castro, informou que 85% dos policiais militares que haviam aderido à greve já voltaram ao trabalho e os que não voltarem ainda nesta sexta-feira terão os dias descontados na folha de pagamento.

De acordo com o comandante, são 32 mil soldados militares no Estado. Cerca de 3.000 tinham aderido à greve. Ele afirmou que os grevistas não vão sofrer processo administrativo e apenas alguns deles responderão na Justiça por depredação do patrimônio público. Ninguém, ainda de acordo com comandante-geral da PM, será expulso do cargo.
O comandante garantiu que a festa de Carnaval na capital terá um reforço da PM e que o governo manterá as negociações sobre as reivindicações dos militares, desde que todos estejam trabalhando.

A principal divergência entre PM e governo é sobre o pagamento da GAP 4, a Gratificação de Atividade de Policial. O governador do Estado, Jaques Wagner, propôs que o pagamento aconteça em novembro, mas os policiais querem que aconteça imediatamente.

Policiais militares da Bahia devem se reunir novamente na tarde desta sexta-feira, no Sindicato dos Bancários, no Largo dos Aflitos, em Salvador. O novo encontro, que deve acontecer às 16h, foi marcado após a assembleia com entidades da PM terminar sem acordo para encaminhar ao governo e um racha surgir entre os grevistas. Devem participar somente os militares que ainda permanecem em greve.

Fonte: Uol.com

Blog do Banana

Deixe seu comentário