Comitê Britânico acoselha atletas a evitar aperto de mão em Londres 2012

Departamento médico quer minimizar o risco de transmissão de doença

O Comitê Olímpico Britânico (BOA, na sigla em inglês) parece não ter lá muita consciência do espírito olímpico. O departamento médico da entidade sugeriu que seus atletas evitem apertos de mão durante Londres 2012. A preocupação, que em nada tem a ver com as rivalidades, é quanto a possíveis transmissões de doenças.

– A grande ameaça ao desempenho é quanto à possibilidade de doenças. Estamos falando de minimizar o risco de doenças. É tudo sobre a higiene das mãos – disse o médico do comitê Ian McCurdie, em entrevista à BBC.

Diante da polêmica medida, os britânicos dizem que não pretende criar uma paranoia e estão apenas aconselhando seus atletas. Mais do que isso, garantem que não vão punir que desrespeitar a norma e todos eles estão liberados para cumprimentar pessoas comuns.

Segundo o Comitê, o problema está que os cerca de 10 mil atletas, de cerca de 200 países, irão dividir quartos e áreas comuns tanto na Vila Olímpica quanto em ambientes de competição.

Entre os atletas ouvidos pela rede britânica, a medida parece que não fará muito sucesso. O remador Zac Purchase, ouro em Pequim 2008, já dispensou as espumas para as mãos que serão oferecidas e acredita que a iniciativa não terá sucesso.

Fonte: R7

Blog do Banana

Deixe seu comentário