Dois policiais militares de Alagoas presos por porte e formação de quadrilha no Agreste de PE

Agentes da Força Tarefa de Homicídios de Caruaru, com apoio de policiais das Delegacias Municipais de São Joaquim do Monte e Caruaru prenderam na manhã de ontem (11), quatro homens acusados de porte ilegal de arma de fogo. Edson Manoel da Silva, de 46 anos e Josenildo Gomes Feitosa, de 43, são policiais militares do estado de Alagoas e estavam em companhia de Carlos Roberto Gouveia da Silva, de 47 e Josias José da Silva, de 35. As prisões aconteceram em São Joaquim do Monte, Agreste pernambucano.

 

De acordo com o Delegado Leonardo Gama, investigadores estavam em diligência no município, após o assassinato de um vereador daquela localidade, quando encontraram os policiais militares num bar, situado no centro de São Joaquim. Os servidores policiais estavam de posse de uma espingarda cal. 12, sem registro. No momento da prisão, eles confessaram está em companhia com mais dois comparsas detidos minutos após, numa residência nas proximidades. No local, foi encontrada outra espingarda calibre 12, além de 2 pistolas 380 e farta munição calibre 12, 38, 357 e 380.

 

Eles foram autuados por formação de quadrilha e porte ilegal de arma de fogo. Os policiais militares foram recolhidos ao Creed, em Recife. Já Carlos Roberto e Josias seguiram para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, na cidade de Caruaru. (Diário Popular)

 

Blog do Banana

Deixe seu comentário