Domingos de Cristália contesta nota de Zé Batista

imagem3Vi nos últimos dias a nota do vereador Zé Batista Gama, buscando justificar o fraco desempenho comparativo da gestão do ex-prefeito Fernando Bezerra Coelho – FBC e do atual prefeito Julio Lossio, principalmente na área de educação. Até faz parte da discussão da política entre quem fez mais e melhor. Mas a medida que o vereador ousa falar em moralidade acho que ele é a pessoa MENOS recomendada para falar nesse assunto.

Tramita no Ministério Público Federal – MPF, um processo de Nº 1.26. 001.0000184/2013-69 que apura a acumulação de cargos na Prefeitura de Petrolina e no Instituto Federal do Sertão – IF SERTÃO. Todo e qualquer estagiário ou pretendente a cargo público sabe que não se pode acumular 02 cargos sem a devida autorização legal.

José Batista da Gama foi nomeado assessor do prefeito Julio Lossio sem que o mesmo tivesse autorização do IF SERTÂO para isso.

Porque o vereador José Batista vem posar como paladino da moralidade se a lei federal Nº 8.112, para esse caso, pode lhe levar a demissão por dano ao patrimônio público? Será que foi aberto processo administrativo no IF SERTÂO para apurar isso? Será que PERFURANDO as corretas informações o vereador e ex-assessor do prefeito Julio Lossio se livrava desse punição federal?

A lei afirma que nesses casos ele terá de devolver o salário. Ele depositará o dinheiro quando condenado em que banco?

José Batista na verdade procura seguir a cartilha do seu líder, o ex-prefeito FBC e se esquece de que sobre ele pairam inúmeros processos que tramitam na Policia Federal e no Supremo Tribunal Federal – STF, sob segredo de justiça (até quando ministro). Porque será? As respostas chegarão e assim veremos a verdade

Por Domingos Sávio Coelho de Alencar

Comunitário

Deixe seu comentário