EMANCIPAÇÃO POLÍTICA DE SALGUEIRO/PE

Ao completar 148 anos de emancipação política, o município de Salgueiro, no Sertão de Pernambuco, presenteia a comunidade com inaugurações, ações sociais e eventos culturais e o Festival da Sanfona que estão sendo organizadas pela Prefeitura.

Historicamente, o município de Salgueiro começou a se originar no dia 21 de dezembro de 1835 pela manhã, o Coronel Manoel de Sá saiu para fazer a vistoria na sua fazenda como de costume e ao entardecer regressando a sua casa sentou-se na sua cadeira para descansar. O pequeno Raimundo de Sá, nono filho do casal não apareceu como de costume para sentar-se ao lado do pai, o Coronel estranhando sua ausência, o procurou pela casa, nos arredores e não o encontrou.

Como já estava anoitecendo e havia muitos animais e índios na região, o Coronel e sua esposa Dª Quitéria começaram a ficar preocupados com o desaparecimento do pequeno Raimundo, ordenando a um de seus vaqueiros ir até a cidade de Belém e avisar o ocorrido, formando assim um grupo para ajudar a procurar o menino. Dona Quitéria aflita com o ocorrido e pensando no que poderia acontecer com o garoto, fez uma promessa a Santo Antônio que caso encontrasse seu filho com vida, construiria uma capela em sua homenagem.

O Coronel Manoel de Sá, Senhor Presidente, juntamente com os vaqueiros e alguns escravos, se embrenharam na caatinga para procurar o pequeno Raimundo. Depois de dois dias e duas noites a procura do menino, exatamente no dia 23 de dezembro de 1835, um dos vaqueiros que integrava o grupo de busca organizado pelo Coronel, finalmente conseguiu encontrar o garoto são e salvo, brincando debaixo de um pé de Salgueiro ou, segundo outra versão sobre um formoso Umbuzeiro rodeado de Salgueiros, a aproximadamente 10 Km da sede da fazenda onde a família residia, fora dos limites da Boa Vista.

Após o acontecido, o Coronel Manoel de Sá tratou de adquirir as terras e como havia prometido sua esposa Dona Quitéria, construiu a primeira capela, onde hoje, está situada a Igreja Matriz de Santo Antônio. A primeira capela tinha sua estrutura em barro e era coberta de palha, no ano seguinte, foi substituída por uma com estrutura de tijolos coberta com telhas.

A história do desaparecimento e o fato do menino ter sido encontrado são e salvo, ainda a promessa feita por D. Quitéria, despertou a curiosidade dos moradores de toda a região atraindo assim um grande número de pessoas. Muitas delas acabaram ficando e dando início a Vila de Santo Antônio do Salgueiro. Elevada à condição de freguesia no dia 12 de maio de 1843, sob o nome de Santo Antônio do Salgueiro integrante da freguesia de Cabrobó.

Principal município do Sertão Central, a 518 quilômetros do Recife, Salgueiro é hoje uma cidade cuja administração é reconhecida em todo Pernambuco. Isso graças a duas excelentes administrações da Prefeita Cleuza Pereira, e agora sob o comando do competente Prefeito Marcones Libório de Sá.

Para se ter uma ideia da seriedade das administrações citadas,Senhor Presidente, mais de 50% do orçamento municipal está direcionado à saúde, educação e assistência social. Cerca de 1.500 crianças e adolescentes são atendidas em programas sociais.

O programa para acabar com o trabalho infantil já ajudou mais de 1000 crianças, e tende a aumentar. O Programa Sentinela dá apoio psicossocial a crianças e jovens levando-os de volta à escola. Dezenas de escolas foram ampliadas e reformadas. Algumas delas aumentaram suas capacidades em mais de 10 vezes.

Isso sem falar em várias outras melhorias, como a merenda regionalizada, o investimento na formação continuada de professores e funcionários, e a instituição do transporte escolar para os estudantes da zona rural.

Na área de saúde, Senhor Presidente, hoje em Salgueiro, mais de 70% da população é atendida pelo Programa Médico da Família que conta até com assistência odontológica para a cidade e zona rural. Houve um aumento de 100% no número de agentes comunitários de saúde, no trabalho de conscientização da população do município.

A prefeitura já cadastrou mais de 40 mil pessoas no SUS para agilizar o atendimento e descentralizou a entrega dos remédios, beneficiando toda a população da cidade.

Gostaria de encaminhar a todos os salgueirenses meus cumprimentos pelo aniversário de nossa querida Salgueiro. Em especial, a Ex-prefeita Cleuza Pereira, ao Prefeito Marcones Libório de Sá e a toda sua equipe de trabalho, pelo excelente desempenho à frente da Prefeitura. Nossa certeza de que Salgueiro continuará trilhando o caminho do desenvolvimento e do bem-estar de sua população.

Deputado GONZAGA PATRIOTA

 Blog do Banana

Deixe seu comentário