Especialistas do HDM e HRJ alertam sobre hidratação de crianças e idosos

imagemCom a chegada do verão também chegam as elevadas temperaturas e a intensa exposição à radiação solar. Tanto o meio ambiente como o corpo humano sofrem com influência do calor. Por isso, é necessário aumentar os cuidados com a hidratação das crianças e idosos. Para alertar os pais e familiares sobre os principais cuidados a serem tomados, especialistas do Hospital Dom Malan/IMIP e Hospital Regional de Juazeiro/IMIP dão dicas sobre o tema.

Segundo a pediatra do HDM, Anaisa Soares, durante este período quente, os pais costumam levar seus filhos para se refrescarem nas ilhas, clubes e piscinas, porém é necessário tomar alguns cuidados com a pele e hidratação da criança. “O melhor horário para a exposição ao sol é até às 9h da manhã e após 16h. Mesmo nesse horário é recomendado o uso de protetor solar e roupas leves.”, pontua a médica.

“Além disso, deve-se estimular a ingestão de líquidos como, água, água de coco, chás, sucos naturais. Todas essas orientações são importantes para garantir a hidratação dos pequenos”, frisa a pediatra.

Já o médico nefrologista do HRJ, Orlando Vieira, reforça que o consumo de líquidos é importante para todas as idades, mas deve ser dada uma atenção especial aos idosos. “Os idosos desidratam-se facilmente não apenas porque possuem reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de água em seu corpo. Eles apresentam alteração no mecanismo de resposta da sede e por isso, eventualmente, desidratam por não reporem a quantidade necessária de água”.

Os idosos normalmente têm também sua autonomia afetada, e em alguns casos estão acamados, o que dificulta o acesso à água. “É recomendável que profissionais e familiares tenham uma atitude proativa como colocar sempre uma garrafa com água na proximidade do idoso e incentivá-lo a beber líquido sempre”, aconselha.

A pediatra ainda alerta que aos primeiros sinais de desidratação, febre, vômitos, sonolência, boca seca, olhos fundos, os pais ou responsáveis devem levar o paciente à rede de saúde para avaliação. “Sol é vida! Mas devemos utilizá-lo com moderação”, finaliza a pediatra.

ASSESSORIA DE IMPRENSA HOSPITAL DOM MALAN/IMIP

Blog do Banana

Deixe seu comentário