Famílias Arraes e Campos estão ligadas ao Imip

imageAlvo de polêmica em Pernambuco nos últimos dias, o Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip) tem uma relação com a família do governador do Estado de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), muito maior do que se imagina. O Imip apareceu nas páginas de notícias sobre política em razão de a ministra do Tribunal de Contas da União (TCU), e mãe de Eduardo, Ana Arraes, ter rejeitado uma multa contra a entidade, hoje comandada pela família do secretário de Saúde de Pernambuco, Antonio Figueira (PSB). Ana Arraes foi relatora do processo e apresentou relatório contra parecer técnico que pedia a aplicação de multa de até R$ 43 mil ao instituto, por descumprimento de uma determinação do tribunal. Antônio Figueira presidiu a entidade até 2010.

O que não foi divulgado é que um dos fundadores do Imip é Flavio Accioly Campos, irmão de Maximiano Campos, pai de Eduardo Campos. Flavio, cunhado da ministra Ana Arraes, fundou a entidade junto com Fernando Figueira, pai do atual secretário de Saúde e já falecido. Ele é presidente de honra do Imip (in memorian). Um irmão de Ana Arraes e tio de Eduardo Campos, o médico Luís Claudio Arraes de Alencar, é, segundo seu Currículo Lattes, coordenador do Centro de Pesquisa Clínica do Imip. Seu nome, no entanto, não aparece hoje no expediente do Imip. A entidade administra importantes hospitais da rede de Pernambuco: Metropolitano, Dom Hélder Câmara, Dom Malan e Pelópidas Silveira. Gere também seis unidades de pronto-atendimento – as Upas de Olinda, Paulista, Igarassu, Barra de Jangada, Jaboatão Velho e Santo Agostinho. (Com informação do Brasil Econômico)

Blog do Banana

Deixe seu comentário