FBC fala em maior frente partidária da história de PE

imagemO pré-candidato ao Senado pela Frente Popular de Pernambuco, Fernando Bezerra Coelho (PSB), afirmou que o encontro com o DEM e com o Solidariedade tem um simbolismo muito forte. Segundo Bezerra Coelho, quando o ex-governador Eduardo Campos (PSB) anunciou a chapa, teve que conversar com dez partidos e que nesta segunda-feira (5) recebem mais dois.

O socialista ressaltou que o grupo chegou a 20 partidos, o que chamou de a “maior frente partidária da história de Pernambuco”. “Para se ter ideia, Eduardo foi reeleito com o apoio de 15 partidos”, disse.

Ele também falou sobre os mais de 500 mil empregos de carteira assinada que foram criados no Governo Eduardo Campos e disse que o ex-governador tirou o Recife da condição de capital mais violenta do Nordeste, para a mais segura.

Ele disse que mais uma vez o Brasil chama Pernambuco e Pernambuco não foge à luta e que o Estado fará Eduardo Campos presidente.

Ele ressaltou, em discurso caloroso, que todos os ex-governadores vivos apoiam Campos e o pré-candidato ao Governo do Estado, Paulo Câmara (PSB).

Além disso, Bezerra Coelho afirmou que a campanha presidencial de Campos vai ganhar corpo e que pesquisas que estão sendo feitas pelo grupo já evidenciam isso. Segundo ele, o ex-governador vai abrindo vantagem sobre os adversários em Pernambuco. O pré-candidato ao Senado ressaltou ainda que a Frente tem os projetos e as propostas para o Estado seguir no rumo e que a hora é de Eduardo Campos e Paulo Câmara.

Com informações de Gilberto Prazeres, editor do Blog da Folha.

Blog do Banana

Deixe seu comentário