Fera terá mais tempo para fazer prova da UPE

Estudantes que pretendem concorrer às vagas de graduação da Universidade de Pernambuco (UPE) devem ficar atentos a algumas mudanças que a comissão organizadora do vestibular vai implementar a partir deste ano. Uma delas será o acréscimo de questões. O exame tradicional terá 148 quesitos, em vez de 140. Já os candidatos do exame seriado que estão no 3º ano do ensino médio responderão 100 questões, dez a mais que no ano passado. Para os alunos dos 1º e 2º anos do seriado permanecem 90 quesitos. Por causa da ampliação das provas, o tempo de realização delas será aumentado em meia hora, totalizando, por dia, quatro horas e meia de exame

Sociologia e filosofia são as únicas disciplinas do concurso tradicional que ganharão mais quesitos, quatro a mais cada uma. Até o último concurso, eram seis questões em cada prova. Agora, serão dez. No seriado, o incremento de questões ocorrerá nas matérias de sociologia, filosofia, língua estrangeira (inglês ou espanhol) e matemática. As duas primeiras ganharão mais duas questões cada (prova de seis passa a ter oito quesitos). Língua estrangeira terá acréscimo de quatro questões (de 6 para 10). Matemática receberá dois novos quesitos (de 10 para 12).

Outra novidade será a adequação de conteúdos. Os programas das disciplinas foram revistos e podem ser vistos no site da instituição. No seriado, nesse caso, só vale para quem está começando a seleção este ano, ou seja, cursa atualmente o 1º ano do ensino médio. “Uma das justificativas para as mudanças foi pautar o vestibular e o seriado tendo como base as novas orientações do Ministério da Educação, a partir das áreas do Exame Nacional do Ensino Médio”, explica o vice-presidente da comissão de vestibular da UPE, Ernani Martins. Os ajustes também foram discutidos com as bancas que elaboram as provas, com donos de escolas particulares e com a Secretaria Estadual de Educação.

Em química, por exemplo, assuntos que caíam na prova do seriado dos candidatos do 3º ano migraram para o teste dos alunos do 2º ano. O mesmo ocorreu com conteúdos do 2º ano que passaram para os do 1º ano. Em física, a mudança foi mais sutil. Apenas em eletricidade houve desmembramento de alguns tópicos. Biologia, conforme Ernani Martins, não contou com modificação, porque já havia tido ano passado.

Em relação à inscrição do vestibular, a comissão informa que não mais aceitará a utilização do CPF de um pai ou responsável do estudante. O curso de engenharia mecatrônica, oferecido na Escola Politécnica, no Recife, passará a se chamar engenharia de automação. No câmpus de Garanhuns, no Agreste, a licenciatura em informática terá novo nome, licenciatura em computação.

ENEM – A comissão reafirmou que adotará o Enem como primeira fase do vestibular a partir do concurso que será realizado no fim de 2013. A UPE aplicará provas da segunda etapa. Até este ano, em 2012, a seleção continuará em fase única, com três dias de testes, todos realizados pela instituição.

 Fonte: JC Online

Blog do Banana

Deixe seu comentário