Gonzaga Patriota parabeniza Ouricuri pelos 109 anos

Ontem, 14 de maio foi aniversário de emancipação política do município de Ouricuri no estado de Pernambuco. Ouricuri completa 109 anos. Seu nome provém da denominação popular da palmeira Syagrus coronata, nativa da região Nordeste do Brasil.Localizado no Sertão pernambucano, ocupa uma área de 2.373,9 km² e representa 2,25% do Estado de Pernambuco.

A sede do município tem uma altitude aproximada de 451 me-tros e coordenadas geográficas de 07°52’57″ de latitude sul e 40°04’54″ de longitude oeste, distando 620,6 km da capital. O muni-cípio possui uma malha rodoviária privilegiada, sendo cortado pelas BR-316 e BR-232, ocupando posição central e de destaque na Região de Desenvolvimento do Araripe.

Atualmente, Ouricuri abastece pelo menos outras oito cidades da Região (composta de 10 municípios) em bens e serviços, sendo Sede de importantes instituições bancárias e fiscais, atraindo centenas de pessoas todos os dias. O município é formado pelos distritos Sede (Ouricuri) e Barra de São Pedro.

Os primeiros registros sobre a região datam do século XIX sobre uma extensa fazenda de gado de propriedade de dona Brígida Alencar. Partes desta fazenda foram vendidas ao casal João Goulart. Este casal fixou residência em uma região onde o pasto era mais abundante para o gado e denominaram esta região de Aricuri, que significa “duas serras juntas”.

Em 1839, o juiz da Comarca de Boa Vista, Alexandre Bernardi-no Pires fixou residência na região, fugindo de uma peste então cha-mada de “Carneirada”. Em 5 de abril de 1841, o Pe. Francisco Pedro da Silva, oriundo da cidade de Sousa, no estado da Paraíba, comprou terras de D. Brígida a fim de erguer uma capela em homenagem a São Sebastião. Ao transferir a propriedade, o padre mudou o nome para Ouricuri, nome de uma palmeira. Assim, o desenvolvimento do povoado ocorreu pelas atividades agropecuárias e em torno da capela.

Em 30 de abril de 1844 foi criado o distrito, Senhor Presidente, que foi elevado à categoria de vila em 1849. Em 1893 tornou-se mu-nicípio autônomo. Em 14 de maio de 1903 foi elevado à categoria de cidade.

Ouricuri situa-se na unidade dos Maciços e Serras Baixas, com altitudes entre 300 a 800 metros. Os maciços constituem-se em relevo pouco acidentado e em solos de alta fertilidade.

A altitude do município propicia um clima mais ameno nas á-reas mais altas e clima quente nos sopés e encostas. A pluviosidade é de 700 mm a 900 mm e ocorre entra janeiro e maio. Apresenta uma variação de temperatura de aproximadamente 4°C entre o mês mais frio e o mais quente. A precipitação média mensal varia entre 5 a 140 mm, do mês mais seco ao mês mais chuvoso, aproximadamente. Ainda pode ser visto que os seis meses mais secos estão entre meados de maio a meados de novembro.

A vegetação é composta por Floresta Caducifólia e Caatinga Hipoxerófila. O município está inserido na bacia hidrográfica do Rio Brígida. Ouricuri situa-se no Pólo Gesseiro do Araripe. Nesta região formou-se uma indústria extrativa deste mineral, responsável por 95% da extração de gesso no país.

Na agricultura, os principais produtos são o umbu, o tomate e o angico. A agricultura de subsistência produz mandioca, feijão, milho, cebola. A extração de carvão vegetal, lenha e madeira em tora repre-sentam parcela significativa da economia. Na pecuária, predominam o gado bovino, ovino e caprino.

O comércio de Ouricuri é diversificado e descentralizado. O centro da cidade se caracteriza por lojas de diferentes ramos. Já nas principais avenidas que circundam a cidade pode-se encontrar princi-palmente o comércio de materiais de construção, peças e serviços para automóveis. Os bairros também contam com estruturas de comércio. Ouricuri é cidade-pólo e seu comércio abastece a vizinhança, o que a torna um centro atacadista de alimentícios, medicamentos e vestuário.

Gostaria, Senhor Presidente, de encaminhar a todo os cidadãos de Ouricuri, meus cumprimentos pela passagem de sua emancipação política.

Deputado GONZAGA PATRIOTA PSB/PE

Blog do Banana

 

Deixe seu comentário